O Fundo Ambiental volta a apoiar o trabalho do RIAS


À semelhança do ano passado, em 2022 o Fundo Ambiental abriu candidaturas para centros de recuperação de fauna selvagem em duas áreas - gestão e obras de requalificação. 

É com grande alegria que partilhamos que ganhámos financiamento em ambos os fundos!

💚

Desta forma, o nosso centro  - o único no Algarve e Baixo Alentejo -  irá receber financiamento de cerca de 50 000 € que serão aplicados em obras de requalificação das várias instalações do RIAS

Em 2021, conseguimos realizar obras que mudaram imenso as condições de trabalho da equipa e dos mais de 3 000 animais que recebemos anualmente. Relembramos nesta imagem algumas das muitas intervenções:


Algumas das obras realizadas em 2021, financiadas pelo Fundo Ambiental.



Apesar disto, existem sempre mais melhorias a fazer. Entre muitos objetivos, este ano iremos focar-nos em:
- Rever toda a instalação elétrica do centro e alterar o sistema luminoso
- Substituir rede do teto de instalações exteriores
- Instalar vários equipamentos de ar condicionado
- Criar uma zona de lavandaria exterior
- Criar uma estrutura de apoio para armazenamento de materiais
- Melhorar as condições de recuperação para mamíferos e répteis
- ...


Algumas das estruturas que irão sofrer intervenções este ano.

Estas intervenções já estão a decorrer desde novembro, prevendo-se a sua finalização nos próximos meses.


Fundo Ambiental é um apoio que financia entidades, atividades ou projetos que visem contribuir para a conservação da Natureza em todas as suas vertentes (alterações climáticas, recursos hídricos, resíduos e conservação da  biodiversidade).



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Por favor, não mantenha crias em casa!

7ª edição do Curso Prático: Introdução à Medicina de Fauna Selvagem

Gaivota ingressa no RIAS com miíase (infeção provocada por larvas de mosca)