OBJETIVOS



O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão, na Quinta de Marim. Este centro, anteriormente conhecido por CRA – Centro de Recuperação de Aves, tem cerca de 25 anos de funcionamento, tendo estado envolvido na recuperação e libertação de milhares de animais selvagens após o seu tratamento. Sob orientação do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e com apoio financeiro da ANA – Aeroportos de Portugal através do Aeroporto de Faro, a Associação ALDEIA assumiu, a partir de 1 de Outubro de 2009, a gestão do centro com um novo projecto mais abrangente que tem como principais objectivos: a recuperação de animais selvagens, a investigação dos fatores de risco para a sua conservação e a educação ambiental da população em geral para a importância da biodiversidade.

Funcionando como um hospital de fauna selvagem, o trabalho do RIAS consiste na receção e tratamento de animais que são encontrados feridos ou debilitados e posterior libertação, sempre que possível, no local onde foram encontrados. Além destes, também a receção de animais mortos de espécies prioritárias é importante, para tentar perceber as causas de morte e, assim, determinar fatores de risco para as populações selvagens.

Se o trabalho de recuperação tem um impacto imediato no bem-estar e sobrevivência de cada animal que passa pelo RIAS, esse trabalho, associado à investigação e a educação ambiental e sensibilização da comunidade, em particular as gerações mais novas, poderá ter um impacto global na conservação de populações e espécies de animais selvagens, não só na Ria Formosa, como em todo o país.

Para mais informações sobre o nosso trabalho consulte os nossos relatórios de atividade anual:

2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O último mês da Catarina

Devolução à Natureza de dois cágados-mediterrânicos

Muitos animais ingressados, algumas aves libertadas