O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

Encontrou um animal selvagem ferido?

Encontrou um animal selvagem ferido e não sabe como proceder? 

Esperamos que o vídeo e esquemas abaixo o ajudem a adoptar o procedimento mais adequado para uma recolha e reencaminhamento mais rápidos dos animais até ao centro de recuperação.







É importante ressalvar que o RIAS funciona como hospital de fauna selvagem e não faz a recolhas dos animais, apenas os recebemos e procedemos à sua recuperação. A recolha de animais selvagens está a cargo dos vigilantes da natureza das áreas protegidas, que no Algarve são os vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa.


O que fazer se encontrar uma cria de ave?

Durante a Primavera e inicio do Verão muitos dos animais que nos chegam ao RIAS são pequenas crias. Assim achamos importante alertar para o que pode fazer se encontrar uma cria de ave.


Nota importante: 
Há algumas espécies de animais aos quais este esquema não se aplica, como por exemplo andorinhões, aves de rapina diurnas e nocturnas. Em caso de dúvida pode sempre contactar-nos.


Todos juntos podemos fazer mais pela conservação da nossa fauna!

27 comentários:

Rui Marques disse...

Vi uma gaivota com um anzol daqueles com um peixe de borracha azulado relativamente grande (ve-se bem) preso no bico ,não me parece que consiga abrir o bico para se alimentar ,vi no hotel vila gale ampalos mas fugiu quando me aproximei ,mas calculo que ande na zona perto das traseiras do casino,fica aqui a informação para caso possam ajudar ou contactar entidades que o possam fazer
Obrigadi

RIAS disse...

Obrigada pelo seu contacto Rui.
Infelizmente se o animal já não está no local, não é possível dar resposta à situação, pois apenas uma equipa de vigilantes da natureza faz a recolha por todo o Algarve. Nesse sentido, apenas é possível ir colher animais que estão já apanhados ou sinalizados pelas pessoas no local. Se voltar a ver o animal contacte para o 289 700 210. Cumprimentos

Gabriela Fial disse...

Boa noite,
Encontrei esta noite em Faro uma cria de melro, estava sozinho e não havia chamamento de volta quando este piava...trouxe-o para casa e foi-lhe dada papa de fruta (banana e ameixa). Será que continuo a tentar cuidar dele, ou é melhor voltar a pô-lo no mesmo sítio (se bem que já mexemos nele), ou ainda deixar nas vossas mãos?
ele tem bastantes penas e já faz voos curtos e baixos.
Obrigada

RIAS disse...

Boa tarde Gabriela,
O melhor será trazê-lo até ao RIAS para que o possamos recuperar. O nosso contacto é 927659313 caso necessite de indicações.
Até breve,
Fábia Azevedo

J.Ramires disse...

Boa tarde. Acabou de cair um pássaro, que me parece ser um andorinho e não sei o que fazer. É jovem, tem penas mas não voa. Parece que não tem nada partido. Não sei se devo deixa-lo ao pé do ninho ou se os pais irão ignora-lo. Desde já agradeço a atenção.

RIAS disse...

Bom dia,
Se souber onde está o ninho deverá colocá-lo lá, pois uma pequena cria terá sempre mais hipóteses de sobrevivência com os próprios progenitores. Se isso não for possível deverá entregá-lo no centro de recuperação mais próximo de si.

Serge MARQUES disse...

Bom dia ,
Tenhe uma gaivota no parque da juventude de Portimao. Deitada no chão desde quarta feira. Ela está viva quarta-feira estava ao sol peguemos numa toalha e metemos a sombra . Hoje ela modou ligeiramente de lugar mas está a sombra . Demos lhe água ela bebe muito. De corpo parece rija mas deve ter um problema nas pernas o asas.

RIAS disse...

Boa tarde,
Se consegue apanhá-la o ideal é colocá-la numa caixa de cartão (com pequeno furos para o animal respirar) e entregar no posto da GNR mais próximo. A GNR acolhe o animal até este ser recolhido por vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa que a trazem até nós.

QUINITO disse...

Olá bom feriado!Estive ai no dia 29 de Julho para libertar uma cegonha jovem que tinha caído do ninho do Quartel dos Bombeiros de São Brás de Alportel e tinham ficado de colocar a fotofragia no vosso blog e de me enviar por email, mas ainda não recebi.O meu email é joaquimmendoza@gmail.com e o telem.917812390. Cumprimentos e bom trabalho, Joaquim Mendoza Médico Veterinário Municipal de São Brás de Alportel

Daniela Oliveira disse...

Boa tarde. Encontrei um escorpião em casa para onde posso enviar as fotos para me confirmarem se é venenoso. Obrigada

RIAS disse...

Boa tarde Daniela, pode enviar para o nosso email: rias.aldeia@gmail.com
Obrigada e até breve!

Da Guerra disse...

Tenho um ouriço cacheiro que me entregaram e que quero libertar, o que faço?

RIAS disse...

Bom dia,
Deverá encaminhá-lo para o centro de recuperação mais próximo (se estiver no Algarve somos nós), para que os veterinários possam ver se está tudo bem com o animal e prepará-lo para a sua devolução à natureza.

sofia magalhaes disse...

Boa tarde. Encontrei uma gaivota ferida na praia da Falésia. Pedi ajuda aos vigilantes, que me disseram que não havia quem viesse recolher as gaivotas. Eles colocaram-na numa zona de dunas, mais resguardada, mas temo que ela não consiga recuperar sozinha. Vocês podem ajudar?

RIAS disse...

Bom dia Sofia,

Obrigada pelo seu contacto.

Infelizmente muitas vezes não possível ir recolher os animais directamente às praias, mas os vigilantes fazem recolhas por todo o Algarve sendo que os recolhem nos postos da GNR.

Assim, se conseguir apanhá-la o ideal é colocá-la numa caixa de cartão (com pequenos furos para o animal respirar) e entregar no posto da GNR mais próximo. A GNR acolhe o animal até este ser recolhido pelos vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa que a trazem até nós.

Vasco Cruz disse...

Boa tarde, estou em Faro, no Largo de Carmo e estou a ver uma ave que não é muito comum ver por estes lados, penso que seja uma Águia, tem mais de 2,5 metros de envergadura.

RIAS disse...

Boa tarde Vasco,
Consegue enviar-nos uma fotografia para tentarmos identificar o animal? O nosso email é rias.aldeia@gmail.com.

Anónimo disse...

Ola muito bom dia :) como eu não consigo fazer nada venho tentar pedir ajudar alguém que o consiga .. Na lota de Sagres existe dois gaivotas , todas as duas tem uma assa partida , e uma delas não.tem o pé para andar , estes pobres animais mal comem , se vocês co co conseguissem fazer alguma coisa eu fica imenso grato.. Obrigado

RIAS disse...

Bom dia,

As entidades responsáveis pelo transporte e encaminhamento dos animais até ao nosso centro são o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas e as equipas SEPNA da GNR. Mas infelizmente muitas vezes não possível ir recolher os animais directamente ao local.
Assim, se conseguir apanhá-las o ideal é colocá-las numa caixa de cartão (com pequenos furos para o animal respirar) e entregar no posto da GNR mais próximo. A GNR acolhe o animal até este ser recolhido pelos vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa que a trazem até nós.

Obrigada.

Anónimo disse...

Bom dia, dia 31 encontramos uma gaivota ferida à beira mar que estava a ser levada pelas ondas, ao aproximarmo-nos dela percebemos que esta não conseguia andar ou voar e por isso tiramo-la rapidamente dali e levamo-la para um passadiço de madeira, contactamos com a Sepna que nos forneceu o contacto do Parque de Ria Formosa a quem ligamos várias vezes e ainda tentamos ligar para outro número mas ninguém nos atendeu, como não podiamos leva-la connosco fomos obrigados a deixa-la lá e no dia seguinte fomos verificar como ela estava e esta encontrava-se no mesmo local viva a reagir bem e alguém a tinha coberto com uma manta. Agora de volta a Lisboa é impossível verificar como ela está ou se ainda lá se encontra e por isso pediamos ajuda se conhecem alguém que a possa ir lá recolher se ainda lá estiver.

alexandra disse...

Bom dia, vi uma águia já adulta e ferida na estrada - entre catraia e feiteira, estrada de Faro - cachopo, era enorme, parei não sabia o que fazer ela fugiu para a mata, não a importunei mas será que há um órgão para RECOLHA de animais selvagens? Ela estava em agonia fiquei um pouco perturbada !! O que devo fazer? Ajudem!

Cecília disse...

Boa tarde está uma gaivota com a asa partida em frente ao restaurante Náutico em armação de pera. Espero que possam ajudar. Obrigada

RIAS disse...

Bom dia Cecília,

Obrigada pelo seu contacto.

Infelizmente muitas vezes não é possível ir recolher os animais directamente aos locais, mas os vigilantes fazem recolhas por todo o Algarve sendo que os recolhem nos postos da GNR.

Assim, se conseguir apanhá-la o ideal é colocá-la numa caixa de cartão (com pequenos furos para o animal respirar) e entregar no posto da GNR mais próximo. A GNR acolhe o animal até este ser recolhido pelos vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa que a trazem até nós.

Mivo disse...

Bom dia,

Existe uma pequena raposa que percorre a praia da ilha em frente a Cabanas de Tavira todos os dias. Está sub nutrida, aproxima-se das pessoas e segue o seu caminho. Importava fazer a sua recolha por uma equipa com condições para tal, pois os banhistas não têm como o fazer.

RIAS disse...

Boa tarde,

Já tivemos conhecimento da situação anteriormente. Já o reportámos às entidades competentes que fazem a recolha e encaminhamento dos animais. No RIAS apenas recebemos e tratamos dos animais que nos são entregues. Não fazemos a recolha dos mesmos pois nem possuímos viatura para o fazer.

Obrigado pelo seu contacto.

Paula Cepas disse...

Hoje mais uma vez foi vista esta raposa na praia de Cabanas de Tavira. Está subnutrida, ferida, com sinais aparentes de sarna, e muito frequentes dejecoes diarreicas na areia.
A Polícia Marítima afirmou que iria fazer a sua recolha..
Se vocês tiverem uma transportadora e eu a conseguisse apanhar com comida (patê para gato) poderei fazê lo e entrega la nas vossas instalações em Olhão?

RIAS disse...

Boa tarde Paula

As autoridades competentes já estão a par da situação e já estão, neste momento, a tratar da recolha do animal. Nós temos transportadores mas, como deve compreender, não as podemos disponibilizar para alguém tentar fazer a captura de um animal sem ter as devidas autorizações e formação para o fazer. Estamos a aguardar a qualquer momento que os vigilantes da Natureza nos entreguem o animal.