O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Devolução à Natureza de um mocho-galego e de uma gaivota-de-patas-amarelas

Devolução à Natureza de um mocho-galego (Athene noctua) e de uma gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
29 de Julho de 2018






Foram devolvidos à Natureza um mocho-galego e uma gaivota-de-patas-amarelas no passado dia 29 de Julho. A gaivota chegou ao RIAS por ter sido encontrada logo após cair do seu ninho. O seu processo de recuperação consistiu em garantir que tinha alimento adequado e em quantidade numa primeira fase e, de seguida, iniciaram-se treinos de voo juntamente com outras gaivotas da mesma espécie para que esta aprendesse juntamente com as outras. 




O mocho-galego ingressou no RIAS devido a um traumatismo craniano provocado, muito provavelmente, por uma colisão com uma janela. Após algum tempo em recuperação em que foram feitas várias sessões de fisioterapia. Assim que ambas as aves começaram a voar em perfeitas condições e a alimentar-se sozinhas, foram devolvidas à Natureza na Quinta de Marim, em Olhão.




Sem comentários: