O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 3 de julho de 2018

Devoluções à Natureza de dia 26 de Junho de 2018

Devolução à Natureza de um andorinhão-pálido (Apus pallidus)
Quinta de Marim - Olhão
26 de Junho de 2018



Foi devolvido à Natureza um andorinhão-pálido recuperado no RIAS. Esta ave ingressou no Centro após ter sido encontrado no chão. Estas aves, por terem asas bastante grandes e patas muito reduzidas, quando caem no chão não conseguem voltar a voar. Nestes casos, quando não apresentam lesões aparentes, é necessário apenas dar-lhes um pequeno impulso para que consigam voltar a voar e seguir o seu caminho.




Devolução à Natureza de um coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus)
Quinta de Marim - Olhão
26 de Junho de 2018



Este coelho-bravo foi entregue no RIAS após ter sido encontrado no quintal de uma casa. Por haver cães nesse local, o mais seguro foi capturar o coelho e encaminhá-lo para o RIAS. Após o exame físico verificou-se que o animal não apresentava quaisquer lesões e por isso foi imediatamente devolvido à Natureza.






Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
26 de Junho de 2018




Foi devolvido à Natureza um cágado-mediterrânico na Quinta de Marim, em Olhão. Este réptil foi encontrado junto a uma estrada e, por não ser um local seguro para estes animais, foi recolhido e entregue no RIAS. Como não apresentava nenhuma lesão ou sinal de doença foi prontamente devolvido à Natureza.


Sem comentários: