O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Devoluções à Natureza de dia 14 de Junho de 2018

Devolução à Natureza de 3 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e 1 gaivota-de-patas-amarelas (Larus Michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Junho de 2018



Estas quatro gaivotas apresentavam todas os mesmos sintomas: debilidade, desidratação e paresia. Foi necessário administrar fluido-terapia nos primeiros dias e posteriormente auxiliar na alimentação até ganharem forças para se alimentarem sozinhas.
Quando recuperaram foram submetidas a treinos de voo.






Devolução à Natureza de um ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Junho de 2018


Este ouriço foi encontrado na berma da estrada com cortes nas orelhas e um traumatismo craniano, pelo que se suspeita que tenha sido atropelamento. As feridas foram desinfectada e foi administrado anti-inflamatório.
Foi devolvido à natureza por quem o encontrou.




Devolução à Natureza de uma coruja-do-mato (Strix aluco)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Junho de 2018



Esta coruja-do-mato ingressou no RIAS quando era uma pequena cria. Foi necessário alimentá-la até que crescessem todas as penas necessárias ao voo. Posteriormente foi submetida a treinos de voo e de caça.
Foi devolvido à natureza no hotel EPIC SANA pelos seus hospedes e colaboradores. 






Sem comentários: