O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Devolução à Natureza de um milhafre-real e 5 grifos

Devolução à Natureza de um milhafre-real (Milvus milvus)
Alcaria Ruiva - Mértola
30 de Dezembro de 2017



Este milhafre-real ingressou no RIAS com uma fractura de cúbito e ferimentos circulares compatíveis com tiro. Foi necessário imobilizar a asa afectada para que a fratura cicatriza-se correctamente e posteriormente foram realizadas diversas sessões de fisioterapia. Quando recuperou totalmente da lesão foi colocado numa instalação exterior para treinar o voo e a caça. 

Este milhafre-real foi marcado com marcas alares (verde 00) de forma a possibilitar o seu seguimento na Natureza. Esta marcação foi realizada graças à excelente parceria que o RIAS tem com a AMUS (Acción por el Mundo Salvaje) na marcação destes animais.









Devolução à Natureza de 5 grifos (Gyps fulvus)
Alcaria Ruiva - Mértola
30 de Dezembro de 2017



Quatro destes grifos chegaram ao RIAS bastante debilitados. O outro apresentava uma ferida no cotovelo e úlceras nos olhos. Assim, o seu tratamento consistiu na administração de anti-inflamatório e tratamento oftalmológico.
Todos foram submetidos a treinos de voo antes da sua libertação.



Todos os grifos foram marcados com marcas alares que podem ser observadas à distância, sendo assim possível ter um feedback do destino e movimentações destes animais.

Um destes grifos já chegou ao RIAS anilhado. Tinha uma anilha colorida de França. O animal foi anilhado ainda no ninho, no Verão de 2017, no Grands Causses Natural Regional Park. (English news in VCF site)







Sem comentários: