O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Devoluções à Natureza de dia 12 de Dezembro de 2017

Devolução à Natureza de 6 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e 6 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Dezembro de 2017



No passado dia 12 de Dezembro foram devolvidas à Natureza 12 gaivotas, das quais 6 eram gaivotas-de-patas-amarelas e 6 gaivotas-d'asa-escura. Destas gaivotas 10 ingressaram no RIAS com sintomas de doença e foram tratadas inicialmente com fluido-terapia e com uma alimentação cuidada. Uma gaivota tinha uma luxação no ombro e outra uma fractura no metacarpo esquerdo. Ambas foram imobilizadas as zonas afectadas e mais tarde realizaram várias sessões de fisioterapia. 


Depois de alguns treinos de voo e de se ter a certeza que, além de estarem a voar em perfeitas condições, também se estavam a alimentar de forma independente, foram finalmente devolvidas à Natureza na Quinta de Marim, em Olhão.





Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Dezembro de 2017



Este réptil foi encontrado no meio da cidade de Olhão. O cágado apresentava várias fracturas antigas na carapaça e "shellrot", degradação das escamas da carapaça. Após um longo período de recuperação este cágado-mediterrânico foi finalmente devolvido à Natureza, junto a um lago na Quinta de Marim.



Sem comentários: