O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Devoluções à Natureza de dia 20 de Outubro de 2017

Devolução à Natureza de 2 águias-calçadas (Aquila pennata)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Outubro de 2017




Foram devolvidas à Natureza duas águias-calçadas na Quinta de Marim, Olhão. Uma delas foi resgatada de uma situação de cativeiro ilegal e a outra ingressou no RIAS por ter sido alvejada com um tiro de caçadeira. 


Após estarem a caçar sozinhas e a realizar voos em perfeitas condições, ambas as águias foram devolvidas à Natureza.









Devolução à Natureza de um maçarico-galego (Numenius phaeopus)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Outubro de 2017




Esta ave ingressou no RIAS com uma ferida no cotovelo. Foi necessário limpar a ferida e administrar anti-inflamatório e anti-biótico. Após um curto período de recuperação o maçarico foi devolvido à Natureza na Quinta de Marim, Olhão, junto à ria.




Devolução à Natureza de 9 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e 4 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Outubro de 2017



No passado dia 20 de Outubro foram devolvidas à Natureza 9 gaivotas-d'asa-escura e 4 gaivotas-de-patas-amarelas. Das 13 gaivotas libertadas, 12 ingressaram no RIAS com sintomas de doença e uma com um traumatismo na asa. 



Durante o período de recuperação estas aves foram alimentadas adequadamente e realizaram treinos de voo diários. No caso da gaivota com um traumatismo na asa, foi também feito algum trabalho de fisioterapia. 



Sem comentários: