O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Devoluções à Natureza de dia 23 de Agosto de 2017

Devolução à Natureza de 5 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
23 de Agosto de 2017




Foram devolvidas à Natureza 5 gaivotas-de-patas-amarelas na Quinta de Marim, Olhão. Três delas foram encontradas após terem caído do ninho, uma ingressou no RIAS bastante debilitada e outra porque estava ferida com um fio de pesca. Após receberem uma alimentação adequada, tratamentos e terem realizado vários treinos de voo, estas gaivotas foram finalmente libertadas.






Devolução à Natureza de 2 peneireiros-comuns (Falco tinnunculus)
Vale das Almas - Faro
23 de Agosto de 2017



Dois peneireiros-comuns foram devolvidos à Natureza em Faro, no Vale das Almas. Estas duas aves ingressaram no RIAS ainda crias, por terem sido encontradas logo após caírem do seu ninho. Estes peneireiros foram alimentados regularmente até serem colocados junto com outros indivíduos da mesma espécie. Assim, o treino de caça e de voo foi melhorado, pois puderam aprender com outras aves. 





Devolução à Natureza de um mocho-galego (Athene noctua)
Quinta de Marim - Olhão
23 de Agosto de 2017



No passado dia 23 de Agosto foi devolvido à Natureza um mocho-galego, na Quinta de Marim, Olhão. Esta ave ingressou no RIAS ainda cria após ter sido encontrada no chão junto ao seu ninho. Depois de ter sido alimentada regularmente e de ter feito vários treinos de caça e voo, o pequeno mocho foi libertado pelo seu padrinho. 




Se quiser apadrinhar um animal em recuperação consulte aqui toda a informação!


Sem comentários: