O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Devolução à natureza de 19 gaivotas-de-patas-amarelas 5 cegonhas-brancas

Devolução à natureza de 19 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
26 de Julho de 2017



Quatorze destas gaivotas eram juvenis que caíram dos ninhos. A grande maioria caiu do ninho no meio da cidade o que impossibilitou que os pais pudessem continuar a alimentá-las em segurança.  
Uma delas tinha uma lesão no pulso compatível com ferida provocada por fio. 
As restantes tinham sintomas de doença, não tinham forças nas patas nem asas, estavam desidratadas e tinham diarreia.






Devolução à Natureza de 5 cegonhas-brancas (Ciconia ciconia)
Quinta de Marim - Olhão 
26 de Julho de 2017



Estas cinco cegonhas-brancas foram encontradas após terem caído dos seus ninhos. A sua passagem pelo RIAS consistiu em alimentação adequada e treinos de voo. 
Foram devolvidas à natureza por quem encontrou uma delas e por técnicos e voluntários do RIAS.





Sem comentários: