O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Frisada recuperada no RIAS voa até à Finlândia


Uma frisada (Anas strepera), foi avistada na ilha finlandesa de Ristisaari, no final do passado mês de Julho.
Este pato foi recuperado no RIAS em 2010, não tendo sido observado deste então. 

O animal ingressou no nosso centro após ter sido encontrado na zona de Faro, com sintomas de botulismo. A sua recuperação consistiu em administração de fluído-terapia e carvão activado. 

É sempre uma óptima noticia saber que os "nossos" animais conseguem sobreviver e até fazer grandes migrações! 

Todas as aves que passam pelo RIAS, são anilhadas por isso se conseguir ler uma anilha envie-nos um email para rias.aldeia@gmail.com.


Devoluções à Natureza de dia 19 de Agosto de 2017

Devolução à Natureza de um camaleão-comum (Chamaeleo chamaeleon)
Quinta de Marim - Olhão
19 de Agosto de 2017



Foi libertado um camaleão-comum que ingressou no RIAS devido a uma captura acidental. Por estar em boas condições físicas, o camaleão foi prontamente libertado na Quinta de Marim.





Devolução à Natureza de dois cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
19 de Agosto de 2017



Dois cágados-mediterrânicos foram devolvidos à Natureza no dia 19 de Agosto. Estes dois cágados chegaram ao RIAS por estarem numa situação de cativeiro ilegal. Após um curto período de recuperação foram libertados na Quinta de Marim, junto a um lago, pela pessoa que os encontrou. É importante relembrar que é proibido por lei ter em casa qualquer animal selvagem da fauna portuguesa.



segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Devolução à Natureza de um peneireiro-comum

Devolução à Natureza de um peneireiro-comum (Falco tinnunculus)
Pine Cliffs Resort - Albufeira
18 de Agosto de 2017




Esta ave ingressou no RIAS por ter sido encontrada após ter caído do seu ninho. Por ser ainda uma cria, foi necessário alimentá-lo ate que crescessem todas as penas necessárias ao voo. Posteriormente foi colocado numa instalação exterior, juntamente com outros peneireiros, para poder aprender a caçar e treinar o voo. 
Esta libertação foi feita no Pine Cliffs Resort, em Albufeira, ao qual agradecemos desde já a disponibilidade em nos receber.




Devolução à Natureza de uma águia-d'asa-redonda

Devolução à Natureza de uma águia-d'asa-redonda (Buteo buteo)
EPIC SANA Hotel - Albufeira
17 de Agosto de 2017



No passado dia 17 de Agosto foi devolvida à Natureza uma águia-d'asa-redonda no EPIC SANA Hotel, em Albufeira. Esta ave tinha ingressado no RIAS com uma fractura numa asa, tendo sido necessário submeter a ave a cirurgia para tratar a lesão. Após 3 meses de recuperação, depois de várias sessões de fisioterapia e treinos de voo, a águia foi finalmente devolvida à Natureza na presença dos hóspedes do hotel. Uma vez mais agradecemos o apoio prestado pelo EPIC SANA Hotel, Albufeira.





video


Apoio:


Devoluções à Natureza de dia 16 de Agosto de 2017

Devolução à Natureza de uma cegonha-branca (Ciconia ciconia)
Quinta de Marim - Olhão
16 de Agosto de 2017



Foi devolvida à Natureza uma cegonha-branca que ingressou no RIAS com um ferimento no pescoço. Após ser suturada foi-lhe administrado um anti-inflamatório. Foram realizados treinos de voo até a ave estar pronta para ser libertada.




Devolução à Natureza de 9 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
16 de Agosto de 2017



Um total de nove gaivotas-de-patas-amarelas foram devolvidas à Natureza na Quinta de Marim, Olhão. As causas de ingresso destas gaivotas foram as seguintes: 2 devido a debilidade, 2 apresentavam sintomas de trauma, 2 eram aves órfãs que caíram do ninho e uma estava com feridas provocadas por um fio de pesca. Após um período de treinos de voo e de alimentação adequada, as gaivotas puderam ser finalmente libertadas.







Devolução à Natureza de um andorinhão-preto (Apus apus)
Quinta de Marim - Olhão
16 de Agosto de 2017



Esta ave ingressou no RIAS por ter caído do seu ninho. O pequeno andorinhão teve de ser alimentado com bastante frequência e teve de aprender a voar. Após  completar o seu treino de voo e de estar em boas condições físicas, a ave foi devolvida à Natureza.  


Devoluções à Natureza de dia 15 de Agosto de 2017

Devolução à Natureza de uma águia-cobreira (Circaetus gallicus)
Moncarapacho - Olhão
15 de Agosto de 2017



Foi devolvida à Natureza no passado dia 15 de Agosto uma águia-cobreira recuperada no RIAS. Esta ave chegou ao nosso centro bastante débil e com sinais de um antigo trauma na asa, o que comprometia bastante a sua capacidade de voar. Devido ao stress associado ao cativeiro em que esta ave esteve durante o seu longo processo de recuperação, o seu sistema imunitário acabou por ficar deprimido, o que conduziu a uma infecção de cândidas. O tratamento consiste num antibiótico específico para esta infecção. Para reverter o problema associado ao antigo trama na asa foram realizadas diversas sessões de musculação e fisioterapia até a águia apresentar um voo adequado para a sua libertação. 






video


Devolução à Natureza de uma coruja-do-mato (Strix aluco)
Quinta de Marim - Olhão
15 de Agosto de 2017




Uma coruja-do-mato foi libertada na Quinta de Marim após ter passado por um período de recuperação no RIAS. Quando ingressou no nosso centro foi lhe diagnosticado um traumatismo craniano, do qual resultou uma hemorragia num dos olhos da ave. Após tratamento com anti-inflamatórios e tratamento oftalmológico, a coruja-do-mato foi devolvida à Natureza.





video

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Devolução à Natureza de 2 andorinhas-dos-beirais e 2 andorinhas-das-chaminés

Devolução à Natureza de  2 andorinhas-dos-beirais (Delichon urbicum) e 2 andorinhas-das-chaminés (Hirundo rustica)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Agosto de 2017



No passado dia 14 de Agosto foram devolvidas à Natureza duas andorinhas-dos-beirais e duas andorinhas-das-chaminés. Estas andorinhas ingressaram no RIAS por terem sido encontradas após terem caído do ninho. Uma das andorinhas-dos-beirais quando chegou ao RIAS ainda não tinha penas. Após terem sido alimentadas com bastante frequência e terem realizado vários treinos de voo, foram finalmente libertadas na presença de duas das pessoas que as encontraram.





quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Devolução à Natureza de um morcego-anão

Devolução à Natureza de um morcego-anão (Pipistrellus pipistrellus)
Quinta de Marim - Olhão 
13 de Agosto de 2017

Um morcego-anão, espécie facilmente observável em cidades, foi devolvido à Natureza. Este animal ingressou no RIAS bastante debilitado. Foi devolvido à  natureza após um período em que foi alimentado adequadamente, e depois de realizar alguns treinos de voo.


Devolução à Natureza de um andorinhão-preto

Devolução à Natureza de um andorinhão-preto (Apus apus)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Agosto de 2017



Foi devolvido à natureza um adorinhão-preto que ingressou no RIAS ainda cria. Este animal foi encontrado após ter caído do ninho. Depois de ter sido alimentado adequadamente e de ter feito vários treinos de voo, o andorinhão estava pronto para ser libertado.


Devolução à Natureza de 2 corujas-das-torres

Devolução à Natureza de 2 corujas-das-torres (Tyto alba)
Hotel EPIC SANA Algarve - Albufeira
10 de Agosto de 2017



No passado dia 10 de Agosto foram devolvidas à Natureza duas corujas-das-torres no Hotel EPIC SANA Algarve em Albufeira. As duas corujas eram crias da mesma ninhada que tinham caído do ninho em Junho e chegaram ao RIAS ainda sem penas (ver imagem acima). Estiveram desde então aos cuidados dos nossos tratadores e realizaram treinos de voo e de caça. Após dois meses em recuperação foram finalmente libertadas numa acção com a presença de vários hóspedes do hotel.


Uma vez mais agradecemos o apoio prestado pelo Hotel EPIC SANA Algarve.



video



Apoio:





segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Devolução à Natureza de 15 francelhos em Castro Verde

Devolução à Natureza de 15 francelhos (Falco naumanni)
Castro Verde
9 de Agosto de 2017



Foram devolvidos à Natureza 15 francelhos em Castro Verde. Todos estes francelhos foram recolhidos após terem caído dos seus ninhos. Além disso, estes animais sofrem de problemas ósseos congénitos. Seis deles foram tratados com fluídos e com Gluconáto de Cálcio para lesões ósseas mais graves como fracturas ou osteotrofia.  






Devoluções à Natureza de dia 9 de Agosto de 2017

Devolução à Natureza de 4 ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus)
Quinta de Marim - Olhão
9 de Agosto de 2017


Foram devolvidos à Natureza 4 ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus) que ingressaram no RIAS pois foram encontrados ainda crias após terem ficado órfãs e outro devido a predação. Dois destes ouriços-cacheiros foram libertados pelas pessoas que os entregaram no RIAS.









Devolução à Natureza de um mocho-galego (Athene noctua)
Quinta de Marim - Olhão
9 de Agosto de 2017



Foi devolvido a Natureza um mocho-galego (Athene noctua) que ingressou no RIAS por ter sido encontrado caído do ninho. As crias de aves quando caem dos seus ninhos acidentalmente podem muitas vezes tornar-se presas fáceis para alguns animais domésticos, por exemplo gatos. É importante desta forma, sempre que encontrar uma cria de ave que caiu do ninho certificar-se primeiro se os progenitores estão por perto, se não, deve proceder à sua recolha e entregá-la num centro de recuperação de animais selvagens.