O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Curso de Iniciação à Fotografia de Natureza - 3ª Edição

O RIAS vai realizar nos próximos dias 27 e 28 de Maio a 3ª edição do Curso de Iniciação à Fotografia de Natureza, na sede do Parque Natural da Ria Formosa (Quinta de Marim, Olhão). Este evento é dirigido ao público em geral que tenha interesse pela fotografia de natureza. 



Programa:

Sábado, 27 de Maio

15h00: Recepção dos participantes
15h30: Apresentação
Noções básicas de Fotografia
Material fotográfico
17h00 – 17h15: Pausa para café
17h15: Macrofotografia
Fotografia de Anfíbios
Luz artificial em fotografia de natureza
19h30 – 21h00: Pausa para Jantar
21h00 – 23h00: Saída nocturna para fotografar 

Domingo, 28 de Maio
10h00: Fotografia de Répteis
Fotografia de Aves
Técnicas de aproximação
11h30 – 11h45: Pausa para café
11h45: Fotografia de Mamíferos
Fotografia com sensores de movimento
Fotografia de alta velocidade
Ética da Fotografia de Natureza e Vida Selvagem
13h30 -15h00: Pausa para Almoço
15h00 – 17h30: Saída de campo para fotografar
17h30 - 18h30: Análise de Resultados

Nota: Os participantes deverão trazer o seu equipamento fotográfico.

Preços: 

Sócios da ALDEIA: 50 € 
Novos sócios da ALDEIA: 60 €*

Preço especial para grupos (mínimo 4 pessoas):
Sócios da ALDEIA: 40 € 
Novos sócios da ALDEIA: 50 €*

* Inclui inscrição como sócio da ALDEIA com quota válida por um ano (o que permitirá a inscrição em futuras actividades pelo valor para sócio). A inscrição como sócio da ALDEIA é obrigatória para a participação no evento. A ficha de sócio pode ser preenchida no dia do evento ou preenchida e enviada por email caso assim seja solicitado pelo participante.


Mais informações e inscrições:
http://www.aldeia.org/portal/PT/25/EID/381/DETID/2/default.aspx


Actividade "Pais e Crias": O Camaleão


No passado dia 14 de Abril o RIAS realizou a segunda actividade "Pais e Crias", um conjunto de actividades direccionadas para famílias e que são de participação gratuita devido ao apoio da Câmara Municipal de Olhão. 

Esta actividade teve como tema o camaleão, um pequeno réptil bem conhecido da Ria Formosa. Primeiro foi feita uma pequena apresentação sobre este animal e as suas características tão peculiares. Depois de ficarem a conhecer melhor esta espécie, os mais pequenos construíram camaleões em 3 dimensões e camaleões com línguas extensivas. 





Devolução à Natureza de 3 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e uma gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Abril de 2017


  
Estas quatro gaivotas chegaram ao RIAS devido a doença. Estavam debilitadas, sem forças para se manter em pé e com diarreia. Foi necessário tratá-las com fluido-terapia e posteriormente auxiliar na alimentação. Quando recuperaram forças foram colocadas numa instalação exterior para treinar o voo.




Foram devolvidas à natureza pelos participantes da actividade "Pais e Crias".


Apoio:



Devolução à Natureza de uma rola-turca

Devolução à Natureza de uma rola-turca (Streptopelia decaoto)
Quinta de Marim - Olhão
13 de Abril de 2017



Uma rola-turca foi encontrada no Parque de Campismo de Olhão. Estava doente e foi necessário administrar antibiótico. Assim, que recuperou foi colocada numa jaula exterior para praticar o voo antes de ser devolvida à natureza.


Foi devolvida à natureza por visitantes do Centro de Interpretação Ambiental do RIAS.


Devolução à Natureza de um andorinhão-pálido

Devolução à Natureza de um andorinhão-pálido (Apus pallidus)
Quinta de Marim - Olhão
11 de Abril de 2017



Um andorinhão-pálido foi encontrado debilitado. Assim, a sua recuperação consistiu essencialmente adequada até que recuperasse uma boa condição física. 
Foi devolvido à natureza por uma voluntária do RIAS.



quinta-feira, 20 de abril de 2017

Apresentação do Projecto "Aprender com a Natureza"

 No dia, 20 de Abril o RIAS e o Auchan realizaram a apresentação do Projecto "Aprender com a Natureza".



Este projecto consiste num conjunto de acções de sensibilização ambiental destinadas às crianças e jovens do concelho de Olhão. A educação ambiental assumirá a forma de diferentes actividades sendo sempre o tema central a conservação da fauna selvagem de Portugal, nomeadamente do Algarve.

Este é um projecto financiado pela Fundação Jumbo para a Juventude, com a duração de um ano e que se inicia em Março de 2017. 


Na apresentação estiveram presentes representantes de diversas entidades que colaboram com o nosso trabalho, nomeadamente o director do Jumbo de Olhão, Sr. António Santos, a madrinha do projecto Margarida, representantes da Junta de Freguesia de Quelfes, da Câmara Municipal de Olhão, do Algarve Outlet, elementos do SEPNA/GNR de Faro e do Parque Natural da Ria Formosa. 


Este importante financiamento vai permitir ao RIAS a aquisição de equipamentos e materiais para a realização de actividades de sensibilização ambiental nas escolas do concelho, mas também no próprio centro de interpretação ambiental do RIAS. As acções deste projecto passam por palestras educativas sobre a importância da conservação da nossa fauna, saídas de campo para observação de biodiversidade, sessões de anilhagem de aves, iniciativas de voluntariado com colaboradores do Auchan e jovens do concelho, entre outras. A edição de materiais divulgativos é também uma prioridade para que esta mensagem seja transmitida ao maior número de pessoas possível.
No final foi devolvida à natureza uma águia-d'asa-redonda (ver abaixo).

Devolução à Natureza de uma águia-d'asa-redonda (Buteo buteo)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Abril de 2017


Este buteo ingressou no RIAS após ter sido vítima de tiro. O disparo provocou uma fractura na asa direita, que foi necessário imobilizar para que ossificasse correctamente. Foram também administrados antibiótico e anti-inflamatório.
No final da recuperação foi submetido a treinos de voo e de caça.



Foi devolvido à natureza na cerimónia de apresentação do projecto "Aprender com a Natureza" e ficou a chamar-se "Auchan".






A apresentação foi também acompanhada pelo Jornal Sul Informação: 

Jornadas de Medicina em Fauna Selvagem - Parceria FAUNA


Nos dias 8 e 9 de Abril, realizaram-se as Jornada de Medicina em Fauna Selvagem, organizadas pelo grupo FAUNA, da Faculdade de Medicina Veterinária da universidade de Lisboa, em colaboração com o RIAS.


  
No primeiro dia das jornadas, os 22 participantes, ficaram a conhecer como funciona um centro de recuperação de fauna selvagem, doenças emergentes em animais selvagens e como se processa a recepção e diagnóstico inicial. Na parte prática puderem ver e participar na necropsia de um bufo-real e de uma fuinha.



A manhã do segundo dia foi dedicada às diferentes causas de admissão mais frequentes em centros de recuperação e  procedimentos básicos. Na prática aprenderam e praticaram como fazer o exame físico inicial, como aplicar medicação oral e fluido-terapia e como imobilizar fracturas. 


A tarde foi dedicada a casos de medicina legal e a primeiros socorros em mamíferos marinhos.



Obrigado ao FAUNA pelo convite!



quarta-feira, 12 de abril de 2017

Saída de Campo: Observação de Aves Límicolas


No passado dia 8 de Abril, realizou-se mais uma saída de campo organizada com o apoio da Câmara Municipal de Olhão. Desta vez, pretendeu-se dar a conhecer um grupo de aves com características muito próprias e que podem ser facilmente observados na Ria Formosa: as aves límicolas.


Durante as duas horas de percurso, na Quinta de Marim, os 10 participantes puderam observar mais de 15 espécies diferentes.



Apoio:

Devoluções à Natureza de dia 8 de Abril de 2017

Devolução à Natureza de uma cegonha-branca (Ciconia ciconia)
Quinta de Marim - Olhão
8 de Abril de 2017



Uma cegonha-branca foi encontrada em Portimão. No exame físico verificou-se que tinha pequenos furos e hematomas no corpo e asas, pelo que se suspeita que tenha sido atingida por chumbos. O seu tratamento consistiu essencialmente em administração de antibiótico.



Na fase final da recuperação foi submetida a treinos de voo. 
Foi devolvida à natureza na presença de cerca de 200 jovens participantes da Jornada Diocesana da Juventude de todo o Algarve.






Devolução à Natureza de 4 ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus)
Quinta de Marim - Olhão
8 de Abril de 2017


Estes quatro ouriços foram encontrados juntos quando eram pequenas crias. Terão ficado órfãos e ainda não conseguiriam sobreviver sozinhos, pelo que ficaram em recuperação juntamente com outros indivíduos da mesma espécie.




terça-feira, 11 de abril de 2017

Devolução à Natureza de um abelharuco

Devolução à Natureza de um abelharuco (Merops apiaster)
Quinta de Marim - Olhão
7 de Abril de 2017



Um abelharuco foi encontrado por um particular, em Olhão. Tinha a ponta do bico fraturada e estava um pouco fraco. Foi necessário alimentar até que ganhasse uma boa condição corporal. 


Foi devolvido à Natureza por uma voluntária do RIAS.


Devolução à Natureza de 12 rolas-bravas

Devolução à Natureza de 12 rolas-bravas (Streptopelia turtur)
Quinta de Marim - Olhão
6 de Abril de 2017


Estas 12 rolas-bravas estavam em cativeiro ilegal, tendo sido encaminhadas para o RIAS pela equipa SEPNA da GNR. Apesar de estarem bem fisicamente ficaram alguns meses no centro, pois esta é uma espécie estival. Foram então libertadas, numa época em que já cá estão mais indivíduos da mesma espécie. 


Foram devolvidas à natureza na presença de crianças do Centro de Estudos  "Números e Letras".



Parceria RIAS - CM Vila do Bispo: Educação Ambiental nas escolas de 1º ciclo

O RIAS juntou-se à Câmara Municipal de Vila do Bispo para desenvolver actividades de educação ambiental nas escolas de 1º ciclo do concelho. Durante três semanas envolvemos 7 turmas em 3 actividades diferentes.


Actividade "Conhecer as aves de Vila do Bispo"


Numa palestra interactiva os participantes puderam conhecer as várias espécies de aves existentes no concelho de Vila do Bispo. Ao longo da palestra foram usados materiais biológicos.




Actividade "Para que servem as penas"


Nesta actividade realizaram-se pequenas experiências em que os participantes tiveram a oportunidade aprender as funções das penas e como a poluição marinha afecta as aves.





Actividade "O que come uma coruja?"


Começou por ser feita uma introdução teórica sobre o que são egagrópilas. Os participantes foram depois divididos em grupos para explorarem as egagrópilas identificando os ossos com a ajuda do orientador.



Obrigado à Câmara Municipal de Vila do Bispo pelo convite!