Mensagens

A mostrar mensagens de 2017

Devoluções à Natureza de dia 21 de Dezembro de 2017

Devolução à Natureza de uma águia-d'asa-redonda (Buteo buteo)
Quinta de Marim - Olhão
21 de Dezembro de 2017


Esta águia-d'asa-rendonda foi encontrada numa estrada, desorientada e com sangue no bico. Apesar de não ter mais lesões suspeita-se que terá sido atropelada. Após alguns dias em observação, foi transferida para uma instalação exterior onde foi submetida a treinos de caça e de voo.


Foi devolvida à natureza por quem o encontrou.



Devolução à Natureza de uma rola-turca (Streptopelia decaoto)
Quinta de Marim - Olhão
21 de Dezembro de 2017


Esta rola foi encontrada bastante debilitada. A sua passagem pelo RIAS consistiu essencialmente em alimentação adequada até que recuperar-se uma boa condição corporal. 
Foi devolvida à natureza por uma voluntária do RIAS.




Devolução à Natureza de 6 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e 3 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
21 de Dezembro de 2017


Oito destas gaivotas chegaram ao RIAS com os mesmos sintomas: desidratação, diarreia e incapacidade para se moverem. O seu tratamento consistiu em fluido-terapia e alimentação assistida por sonda nos primeiros dias. Algumas apresentavam úlceras nos olhos e foi necessário aplicar também tratamento oftálmico. 


A outra gaivota foi encontrada órfão quando ainda era demasiado pequena para voar ou sobreviver sozinha.


Todas foram submetidas a treinos de voo antes de regressarem à natureza.



Devolução à Natureza de 4 grifos

Devolução à Natureza de 4 grifos (Gyps fulvus)
Alcaria Ruiva - Mértola
18 de Dezembro de 2017


Foram devolvidos à Natureza 4 grifos no dia 18 de Dezembro em Alcaria Ruiva, Mértola. Quando ingressaram no RIAS, 3 destas aves apresentavam um quadro de debilidade e uma tinha uma grande ferida resultante da colisão com uma estrutura. Após um período de recuperação em que foi disponibilizado alimento adequado, e  depois de vários treinos de voo, os 4 grifos foram finalmente devolvidos à Natureza. 



Devolução à Natureza de um guarda-rios

Devolução à Natureza de um guarda-rios (Alcedo atthis)
Quinta de Marim - Olhão
16 de Dezembro de 2017



Um guarda-rios foi devolvido à Natureza no dia 16 de Dezembro, na Quinta de Marim, Olhão. Esta ave foi encontrada após ter colidido com o vidro de uma casa. Nos casos menos graves a ave apenas fica um pouco desorientada, mas sem lesões. Foi o que aconteceu a a este guarda-rios e sendo imediatamente devolvido à Natureza após conclusão do exame físico.  

Devolução à Natureza de um ouriço-cacheiro

Devolução à Natureza de um ouriço-cacheiro (Erinaceus europeus)
Quinta de Marim - Olhão
15 de Dezembro de 2017




No passado dia 15 de Dezembro foi devolvido à Natureza um ouriço-cacheiro na Quinta de Marim, Olhão. Este animal ingressou no RIAS após ter sido encontrado com uma grande ferida nas costas. Foi necessário limpar e desinfectar a ferida e administrar antibiótico. Depois de um longo período de recuperação o ouriço foi finalmente devolvido à Natureza.

Alunos de Estômbar apadrinham uma coruja-do-mato


No passado dia 14 de Dezembro o Rias deslocou-se até à EB 2,3 Professor João Cónim em Estômbar. Os alunos apadrinharam uma coruja em recuperação no RIAS e, antes de a devolverem à natureza, assistiram a uma pequena apresentação sobre o que é um centro de recuperação de fauna selvagem e algumas das espécies mais comuns no Algarve. 





Devolução à Natureza de uma coruja-do-mato (Strix aluco)
EB 2,3 João Cónim - Estômbar
14 de Dezembro de 2017 





Esta coruja ingressou no RIAS após ter sido atropelada. No entanto, e por alguma sorte, a ave não apresentava lesões, estando apenas algo desorientada. Após um curto período de recuperação em que foram feitos vários treinos de voo e de caça, a coruja foi finalmente devolvida à Natureza, na presença dos seus padrinhos. 








Devolução à Natureza de um camaleão

Devolução à Natureza de um camaleão (Chamaeleo chamaeleon)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Dezembro de 2017




Foi devolvido à Natureza um camaleão-comum no passado dia 14 de Dezembro na Quinta de Marim, Olhão. Esta cria de camaleão foi encontrada a atravessar uma estrada na zona de Faro. Por ser bastante susceptível ao pisoteio foi recolhida e encaminhada para o RIAS. Por não apresentar qualquer tipo de lesão foi, de imediato, devolvida à Natureza.  

Devoluções à Natureza de dia 13 de Dezembro de 2017


Devolução à Natureza de 2 guinchos-comuns (Chroicocephalus ridibundus)
Quinta de Marim - Olhão
13 de Dezembro de 2017



No dia 13 de Dezembro foram devolvidos à Natureza 2 guinchos-comuns na Quinta de Marim, Olhão. Estas duas aves ingressaram no RIAS bastante debilitadas mas sem mais lesões aparentes. Após um período em que foram alimentadas adequadamente, e depois da realização de alguns treinos de voo, ambas as aves foram finalmente devolvidas à Natureza. 



Devolução à Natureza de 1 estorninho-comum (Sturnus unicolor)
Quinta de Marim - Olhão
13 de Dezembro de 2017




Este  estorninho-comum ingressou no RIAS com uma fractura numa asa e outra numa pata. Apesar do estado bastante preocupante em que chegou no nosso centro, o estorninho acabou por recuperar totalmente das suas lesões. Depois de se realizarem vários treinos de voo, a ave foi finalmente devolvida à Natureza na presença dos seus padrinhos. 


Devoluções à Natureza de dia 12 de Dezembro de 2017

Devolução à Natureza de 6 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e 6 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Dezembro de 2017



No passado dia 12 de Dezembro foram devolvidas à Natureza 12 gaivotas, das quais 6 eram gaivotas-de-patas-amarelas e 6 gaivotas-d'asa-escura. Destas gaivotas 10 ingressaram no RIAS com sintomas de doença e foram tratadas inicialmente com fluido-terapia e com uma alimentação cuidada. Uma gaivota tinha uma luxação no ombro e outra uma fractura no metacarpo esquerdo. Ambas foram imobilizadas as zonas afectadas e mais tarde realizaram várias sessões de fisioterapia. 


Depois de alguns treinos de voo e de se ter a certeza que, além de estarem a voar em perfeitas condições, também se estavam a alimentar de forma independente, foram finalmente devolvidas à Natureza na Quinta de Marim, em Olhão.





Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Dezembro de 2017



Este réptil foi encontrado no meio da cidade de Olhão. O cágado apresentava várias fracturas antigas na carapaça e "shellrot", degradação das escamas da carapaça. Após um longo período de recuperação este cágado-mediterrânico foi finalmente devolvido à Natureza, junto a um lago na Quinta de Marim.



Cegonha recuperada no RIAS encontrada na Guiné

Uma cegonha-branca que esteve em recuperação no RIAS foi avistada na Guiné! Esta ave foi entregue no nosso centro pelos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel no dia 17 de Junho deste ano. Esta cria de cegonha-branca foi encontrada bastante debilitada, mas sem lesões aparentes. Após 25 dias em recuperação no RIAS, a ave foi finalmente devolvida à Natureza




Passados 130 dias (pouco mais de 4 meses) esta jovem cegonha-branca foi avistada na Guiné! Este é mais um caso de sucesso de um animal recuperado no RIAS! 


Esta observação foi conseguida graças à leitura de uma anilha colorida colocada na ave no momento da sua devolução à Natureza. É desta forma que se consegue obter informação sobre animais recuperados neste tipo de centros, informação essa de extrema importância para o nosso trabalho de recuperação de animais selvagens. Veja AQUI mais um caso de sucesso, em que foi observada uma frisada recuperada no RIAS.

Se quiser contribuir na obtenção deste tipo de dados, pode ajudar-nos na aquisição de materiais de marcação de animais recuperados, tais como anilhas coloridas ou transmissores GPS. 


Devolução à Natureza de uma galinhola

Devolução à Natureza de uma galinhola (Scolopax rusticola)
Quinta de Marim - Olhão
11 de Dezembro de 2017



Uma galinhola foi devolvida à Natureza na Quinta de Marim, Olhão. Esta ave apresentava sangue no bico e ruptura de saco aéreo abdominal, suspeitando-se por isso, que tenha colidido com uma estrutura. Após um período de tratamento, seguido de vários treinos de voo, a galinhola foi finalmente devolvida à Natureza.



Devolução à Natureza de uma garça-real

Devolução à Natureza de uma garça-real (Ardea cinerea)
Quinta de Marim - Olhão
8 de Dezembro de 2017



Esta garça-real ingressou no RIAS, proveniente de Quelfes. Estava bastante fraca e com sinais de ter colidido com uma estrutura. Por não apresentar lesões graves, ao fim de um curto período de recuperação, começaram a realizar-se alguns treinos de voo. No passado dia 8 de Dezembro foi finalmente devolvida à Natureza.





Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico

Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim -Olhão
6 de Dezembro de 2017



No passado dia 6 de Dezembro foi devolvido à Natureza um cágado-mediterrânico. Este réptil ingressou no RIAS após ter sido capturado, quando tentava atravessar uma estrada. Por não ter lesões aparentes a sua estadia no RIAS foi bastante curta, tendo sido libertado por voluntários.




Educação Ambiental Loulé


 Nos dias 4 e 5 de Dezembro o RIAS foi até Boliqueime, Loulé, às escolas EB1 de Vale Silves e EBI de Boliqueime – Prof. Dr. Aníbal Cavaco Silva, para uma apresentação sobre a avifauna algarvia. Esta actividade terá mais duas sessões, uma sobre os restantes grupos de fauna e uma sessão final em que se fará a devolução à Natureza de um animal recuperado no RIAS. A organização destas actividades, que envolvem cerca de 40 alunos destas duas escolas, ficou a cargo do Centro Ambiental de Loulé e da Associação Almargem.  





Fotografias: CM Loulé



Workshop de Iniciação a Técnicas de Ilustração Científica



 
No passado fim-de-semana de 2 e 3 de Dezembro, o RIAS organizou a primeira edição do Workshop de Iniciação a Técnicas de Ilustração Científica, na Quinta de Marim, Olhão. A formação foi ministrada por Ana Rita Afonso.



Durante dois dias os participantes tiveram a oportunidade de aprender diversas técnicas de ilustração a preto e branco, tais como grafite, pontilhismo e tinta-da-china









Devolução à Natureza de 11 gaivotas-d'asa-escura e 7 gaivotas-de-patas-amarelas

Devolução à Natureza de 11 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e 7 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
2 e 3 de Dezembro de 2017



Todas estas gaivotas ingressaram no RIAS devido a doença. Embora com diferentes níveis de gravidade todas apresentavam debilidade, desidratação e paralisia das patas e asas.  Inicialmente foram hidratadas com fluido-terapia e como estavam muito fracas foi feita uma introdução gradual de alimento sólido.


Quando recuperam forças iniciaram os treinos de voo.
Foram devolvidas à natureza por técnicos do RIAS e por quem encontrou alguns  destes dos animais.




Apreensão de passeriformes




No dia 30 de Novembro ingressaram no RIAS 9 passeriformes, resultado de uma apreensão feita pela Polícia Marítima na Meia Praia, Lagos. Mais uma vez o RIAS relembra que é proibido ter qualquer animal selvagem autóctone em cativeiro. Como estas aves não apresentavam lesões aparentes, após um curto período de recuperação, foram devolvidas à Natureza na Quinta de Marim, Olhão.  








O RIAS na Rádio Gilão

O RIAS foi convidado da edição de Novembro do programa "Sustentabilidades" na Rádio Gilão. Para este programa o objectivo foi apresentar o RIAS e o trabalho que cá é desenvolvido, bem como falar sobre os valores naturais da região algarvia. Nesta conversa falou-se desde a recuperação de fauna selvagem, ao turismo de Natureza, passando pela educação ambiental. O RIAS agradece, mais uma vez, o convite e a oportunidade que nos foi dada de podermos falar sobre este projecto e sobre o nosso trabalho aqui no centro.



Ouça a entrevista AQUI!