O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Devolução à Natureza de 4 cágados-mediterrânicos

Devolução à Natureza de 4 cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
25 de Outubro de 2016


Estes quatro cágados-mediterrânicos foram encontrados por particulares em locais pouco apropriados, a atravessar estradas ou no meio da cidade. Assim, foram encaminhados para o RIAS para observação e devolução à natureza num bom local para a espécie.


video


Participação do RIAS no VI Congresso AICAS

O VI Congresso AICAS, para Tratadores de Animais Selvagens, realizou-se em Lagos nos passados dias 21, 22, 23 de Outubro.


O RIAS participou através da apresentação da nossa coordenadora Fábia Azevedo, sobre o "Papel do tratador num centro de recuperação de fauna selvagem".


No dia 25, numa actividade pós-congresso, foi realizada uma visita guiada às instalações do RIAS.






terça-feira, 25 de outubro de 2016

Devolução à Natureza de um ganso-patola

Devolução à Natureza de um ganso-patola (Morus bassanus)
Ilha do Farol
20 de Outubro de 2016


Um ganso-patola juvenil foi encontrado numa praia em Portimão. Estava debilitado, pelo que o seu tratamento consistiu em alimentação adequada e treinos de impermeabilização. 
Como é um animal marinho, a sua devolução à natureza foi no mar ao largo da ilha do Farol.


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico

Devolução à Natureza de um cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
18 de Outubro de 2016



Este cágado-mediterrânico encontrava-se à venda numa loja de animais. Quando o nosso técnico confortou o proprietário da loja com a ilegalidade da situação este entregou o animal voluntariamente. Assim após ficar alguns dias em observação o cágado pode ser devolvido à natureza.




Projecto LIFE Trachemys no programa SOS Animal da SIC

No passado sábado, dia 15 de Outubro de 2016, o RIAS e o projecto LIFE Trachemys foram noticia no programa SOS Animal da SIC.

video



Assista ao programa na sua totalidade no seguinte link: http://sic.sapo.pt/Programas/SOS_Animal/2-temporada/2016-10-16-SOS-Animal---Episodio-4


Educação Ambiental na Quinta do Peral


A Quinta do Peral convidou o RIAS a desenvolver uma actividade de educação ambiental sobre a fauna do Algarve, no passado dia 15 de Outubro. Nesta actividade destinada a toda a família, crianças e adultos, puderam conhecer um pouco mais sobre as espécies mais frequentes nesta região.




Acção de Voluntariado Corporativo - Dia GIRO


No passado dia 14 de Outubro, o RIAS fez, mais uma vez, parte da iniciativa de voluntariado corporativo Dia GIRO. Esta iniciativa acontece todos os anos, por todo o país e é desenvolvida pela GRACE.

Este ano o tema foi "O mar é GIRO", tendo sido desenvolvidas na Quinta de Marim, várias actividades promovidas pelo Parque Natural da Ria Formosa e pelo RIAS.

Os cerca de 20 colaboradores das empresas Auchan, Fundação Montepio, Grupo Moneris e Grupo Trivalor iniciaram o dia com a recolha de lixo nas praias da Quinta.

A maior parte do lixo recolhido foi plástico (diversas embalagens), placas de esferovite, fios e cordas e até mesmo dois barcos de borracha!


Ao longo do dia ainda se desenvolveram trabalhos de requalificação de uma câmara de recuperação no RIAS e remoção de plantas invasoras no parque.





Nesta iniciativa contamos ainda com utentes da ACAPO de Faro que, durante a tarde, lixaram a fachada do nosso centro de recuperação.


No final dos trabalhos a  Sailors for the Sea, dinamizou uma acção KELP de sensibilização sobre a sustentabilidade dos oceanos.


Os voluntários tiveram ainda a oportunidade de assistir à devolução à natureza de 11 gaivotas recuperadas no RIAS.




Devolução à Natureza de uma gaivota de Audouin (Larus audouinii), 6 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 4 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
14 de Outubro de 2016


As gaivotas-de-patas-amarelas e as gaivotas-d'asas escura ingressaram no RIAS com sintomas de doença: debilitadas e com parésia nas patas e asas. O seu tratamento consistiu em administrar fluídos e auxiliar na alimentação até que recuperassem forças e autonomia para se alimentarem sozinhas.


A gaivota de Audouin foi encontrada, na zona de Aljezur, presa com fio de pesca e com anzol. Foi necessário remover o anzol que se encontrava preso no esófago e limpar e desinfectar as feridas. Esta espécie de gaivota tem o estatuto de conservação de "Quase ameaçada" e em Portugal nidifica apenas nas ilhas barreira da Ria Formosa (informações sobre a espécie AQUI).


No final do processo de recuperação foram todas submetidas a treinos de voo.
Foram devolvidas à natureza por voluntários do Dia GIRO.








video


terça-feira, 18 de outubro de 2016

Devolução à Natureza de um camaleão-comum

Devolução à Natureza de um camaleão-comum (Chamaeleo chamaeleon)
Quinta de Marim - Olhão
13 de Outubro de 2016


Um camaleão foi encontrado a atravessar uma via rápida. Para sua segurança quem o encontrou encaminhou-o para o RIAS, onde verificámos que era uma fêmea grávida. 
Foi prontamente devolvida à natureza num local seguro para colocar os seus ovos.



RIAS no programa Portugal em Directo - Reportagem sobre o projecto dos Camaleões

A RTP visitou o RIAS para dar a conhecer o projecto de marcação e seguimento de camaleões a decorrer na Quinta de Marim, em Olhão.

A reportagem foi emitida no programa Portugal em Directo.



video

Devoluções à Natureza de dia 11 de Outubro de 2016

Devolução à Natureza de duas gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
11 de Outubro de 2016



Duas gaivotas-d'asa-escura ingressaram no RIAS devido a doença. Estavam bastante debilitadas, com paralesia dos membros e diarreia. Foi necessário administrar fluido-terapia e posteriormente auxiliar na alimentação, até recuperarem forças.
No final foram submetidas a treinos de voo.

Foram devolvidas à natureza pelos seus padrinhos (Apadrinhe um animal em recuperação AQUI).




Devolução à Natureza de um mocho-galego (Athene noctua)
Quinta de Marim - Olhão
11 de Outubro de 2016



Um mocho-galego entrou por uma chaminé ficando sujo de fuligem. O animal não tinha lesões pelo que foi apenas necessário lavar as penas para que conseguisse voar. 
Foi devolvido à natureza por uma voluntária do RIAS.

video

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Devolução à Natureza de 8 frisadas, 4 patos-reais e 2 arrabios

Devolução à Natureza de 8 frisadas (Anas strepera), 4 patos-reais (Anas platyrhynchos) e 2 arrabios (Anas acuta)
Quinta de Marim - Olhão
9 de Outubro de 2016



Todos estes animais foram encontrados na zona de Faro. Os sintomas  que apresentavam são característicos de botulismo pelo que o seu tratamento consistiu em fluidoterapia.


Quando recuperaram foram colocados numa instalação exterior para treinar o voo.


Foram devolvidos à natureza por visitantes do Parque Natural da Ria Formosa e por participantes do Curso de Iniciação à Fotografia de Natureza. 






video

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Curso de Iniciação à Fotografia de Natureza, 2ª Edição

Nos passados dias 8 e 9 de Outubro o RIAS realizou a 2ª edição do Curso de Iniciação à Fotografia de Natureza, que decorreu na Ecoteca de Olhão e na Quinta de Marim (Parque Natural da Ria Formosa).
O curso contou mais uma vez com o formador Vasco Flores Cruz e teve a presença de 10 participantes. 


O primeiro dia foi dedicado às noções básicas de fotografia e aos diferentes materiais fotográficos, sendo ainda abordados a macrofotografia e a fotografia de anfíbios e de répteis.
A parte prática deste dia centrou-se na fotografia de anfíbios no campo com o auxilio de luz artificial. 




No segundo dia de formação abordou-se a fotografia de aves e mamíferos. Neste módulo também foram referidas diferentes técnicas de aproximação, fotografia com sensores de movimento e fotografia de alta velocidade. A parte teórica terminou com um módulo sobre a ética deste tipo de fotografia.

A tarde foi dedicada a uma saída de campo na Quinta de Marim onde os participantes tiveram a oportunidade de fotografar a fauna selvagem local.





Os participantes tiveram ainda a oportunidade de devolver à natureza vários patos recuperados no RIAS (ver post - Devolução à Natureza de 8 frisadas, 4 patos-reais e 2 arrabios).