O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

No RIAS o Natal chegou mais cedo!



A empresa Sistronica, pelo seu representante Sr. Mário, respondeu ao apelo do RIAS para aquisição de câmaras de video vigilância.
A empresa instalou de forma totalmente gratuita 16 câmaras, quatro nas instalações de reabilitação interiores e 12 nas exteriores, e facultou gravador de imagens e um ecrã.

Este equipamento é de grande importância para o trabalho do centro por dois motivos:
- permite a monitorização do comportamento dos animais em recuperação;
- permite mostrar imagens dos animais em recuperação aos visitantes do nosso centro de interpretação ambiental (único espaço visitável do centro, sendo que a visitação dos animais é proibida).




Não temos palavras para agradecer este equipamento tão necessário e que de outro modo não conseguiríamos adquirir. Assim, convidámos a Sistrónica para a devolução à natureza de uma águia-d'asa-redonda.



Muito obrigado!


Devolução à Natureza de uma águia-d'asa-redonda (Buteo buteo)
Quinta de Marim - Olhão
21 de Novembro de 2016



Esta águia-d'asa-redonda foi entregue no RIAS pelos vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa. Apesar de ter sido encontrada na natureza, verificou-se sem qualquer dúvida, que este animal estava em cativeiro ilegal. Não apresentava medo da presença humana, tinha um vocalizar diferente do normal e tinha osteodistrofia, uma doença caracterizada por ter ossos "moles" e que deriva de uma alimentação com deficiência de cálcio. 


Primeiro foi necessário aplicar tratamento para a osteodistrofia através de suplementos alimentares. Posteriormente foi colocada com outras águias da mesma espécie para socializar e recuperar os seus instintos selvagens.
No final da sua recuperação foram realizados treinos de caça.

Foi devolvida à natureza pela Sistrónica, em agradecimento pela sua oferta ao RIAS, e ficou baptizada com o nome da empresa.


video

Sem comentários: