O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Devolução à natureza de 8 animais recuperados - 24 de Setembro de 2016

Devolução à natureza de cinco ouriços-cacheiros (Erinaceus europaeus)
24 de Setembro de 2016
Quinta de Marim, Olhão

Esta ninhada de 5 ouriços chegou ao RIAS no dia 20 de Junho. Foram encontrados junto a uma escola em Portimão, bastante desprotegidos e sem a progenitora por perto. 



No dia em que chegaram pesavam entre 60 e 85g tendo sido necessário fornecer-lhes alimentação adequada para crias durante as primeiras semanas. Assim que começaram a ser independentes foram colocados numa instalação exterior de forma a minimizar a hipótese de domesticação. 


Depois de três meses no nosso centro, já bastante mais crescidos, foram devolvidos à natureza pelos padrinhos e madrinhas que contribuíram para o seu processo de recuperação e a quem voltamos a agradecer. 






No momento da libertação, os ouriços foram baptizados de "Pico", "Chico", "Teddy", "Amorzito" e "Pica pica".

Aproveitamos ainda para agradecer a todas as pessoas que amavelmente contribuíram com ração para ajudar a recuperação destes animais! Muito obrigado!



Devolução à natureza de três cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
24 de Setembro de 2016
Quinta de Marim, Olhão


Um dos cágados-mediterrânicos, encontrado em Almancil, apresentava uma fractura na carapaça e no plastrão pelo que o seu tratamento consistiu na resolução da fractura e administração de antibiótico.  Os outros dois foram encontrados em Portimão e Quelfes em locais inapropriados para esta espécie. 




Foram devolvidos à natureza por quem os encontrou e por visitantes da Quinta de Marim que os baptizaram de "Cavacos", "Samuel" e "Tiago".

Sem comentários: