O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Devolução à Natureza de 13 gaivotas-de-patas-amarelas e 2 gaivotas-d'asa-escura

Devolução à Natureza de 13 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 2 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim, Olhão 
6 de Setembro de 2016 

Estas gaivotas foram entregues no RIAS quer por particulares que as encontraram no campo, quer pelos vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa que as recolheram. Todas chegaram durante Julho e Agosto.


Oito delas eram provenientes de Portimão, 2 de Almancil e as restantes de Albufeira, Odiáxere, Lagos, Alvor e Quarteira.


Uma das gaivotas chegou bastante debilitada, três chegaram após terem caído do ninho e sete apresentavam sintomas de doença gastro-intestinal. Uma das gaivotas apresentava lesões graves numa das patas tendo sido necessário amputá-la. As lesões desta ave foram causadas por uma linha de pesca que ficou presa à pata. As restantes 3 gaivotas chegaram devido a trauma de origem desconhecida (uma delas tinha uma pata partida e as outras duas tinham fracturas na asa). 


Foram devolvidas à natureza por voluntários do RIAS que ajudaram na recuperação destas aves.

video


Sem comentários: