O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Devoluções à Natureza de dia 22 de Junho de 2016

Devolução à Natureza de um andorinhão-preto (Apus apus) e de uma andorinha-das-chaminés (Hirundo rustica)
Quinta de Marim - Olhão
22 de Junho de 2016



O andorinhão-preto ingressou no RIAS após ter caído do ninho em Olhão. Foi-nos entregue por um particular que o recolheu na rua. Foi necessário aguardar pelo crescimento total das penas de voo e posteriormente realizar treinos de voo. Foi devolvido à natureza por uma estagiária do RIAS.


A andorinha-das-chaminés foi recolhida por um particular em Boliqueime e apresentava uma fractura numa das asas. Foi necessário imobilizar a fractura com ligadura e posteriormente realizou treinos de voo juntamente com outras andorinhas. Foi devolvida à Natureza por uma estagiária do RIAS. 




Devolução à Natureza de uma coruja-do-mato (Strix aluco)
Robinson Club Quinta da Ria - Tavira 
22 de Junho de 2016



Esta coruja-do-mato foi recolhida em Almancil por um particular que a apanhou no chão. Provavelmente caiu do ninho devido às altas temperaturas que se fizeram sentir. Foi-nos entregue pelo SEPNA/GNR de Loulé. Foi mantida em recuperação juntamente com outras corujas da mesma espécie, tendo treinado o voo e a caça assim que as penas cresceram totalmente. 
Foi devolvida à Natureza no Robinson Club Quinta da Ria em Tavira pelos clientes do hotel. 

Sem comentários: