O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Devoluções à Natureza de dia 12 de Julho de 2016

Devolução à Natureza de 7 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Julho de 2016



Sete gaivotas-de-patas-amarelas ingressaram no RIAS vindas de diferentes partes do Algarve: Lagos, Vilamoura, Portimão, Albufeira e Tavira.
A maior partes destes animais ingressou devido a queda de ninho. Assim o seu tratamento consistiu em alimentação adequada e posteriores treinos de voo.
Duas destas gaivotas ingressaram por doença e o seu tratamento consistiu em fluido-terapia e alimentação assistida (não tinham forças para se alimentar sozinhas).


Foram devolvidas à natureza por voluntários do RIAS.






Devolução à Natureza de 2 cegonhas-brancas (Ciconia ciconia)
Quinta de Marim - Olhão
12 de Julho de 2016




Duas cegonhas juvenis foram encontradas depois de terem sido mal sucedidas na sua primeira tentativa de voo. Não apresentavam lesões e o tratamento consistiu em alimentação adequada até que crescessem todas as penas necessárias ao voo. Posteriormente foram submetidas a treinos de voo.
Foram devolvidas à natureza por uma técnica do RIAS e por quem encontrou uma delas.




Sem comentários: