O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 12 de abril de 2016

Semana da Ria Formosa, na Quinta de Marim


A Semana da Ria Formosa, que decorreu nos passados dias 4 a 8 de Abril, foi uma iniciativa dirigida à comunidade escolar dos concelhos do Parque Natural da Ria Formosa (PNRF). 

Esta iniciativa do Parque Natural da Ria Formosa, contou com a colaboração de dezassete entidades: as Câmaras Municipais de Loulé, Faro, Olhão, Tavira e Vila Real de Santo António, os serviços regionais da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, a Agência Portuguesa do Ambiente, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, a Universidade do Algarve, a Autoridade Marítima do Sul, a Águas do Algarve, a ALGAR, o RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, a Associação Almargem e os Centros de Ciência Viva do Algarve e de Tavira.



Durante uma semana várias centenas de jovens participaram em ações de educação ambiental, como a elaboração de trabalhos escolares sobre a Ria Formosa, caminhadas, peddy-papers, observações da fauna e flora, e voluntariado ambiental. 
O RIAS participou nesta iniciativa com visitas ao centro de interpretação ambiental, colaboração num peddy-paper e devolução à natureza de animais recuperados.




Devolução à Natureza de 3 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
6 de Abril de 2016



Locais de origem - Olhão, Albufeira e Portimão
Causa de ingresso - Doença
Sintomas - Debilidade e diarreia, paralisia dos membros
Tempo de recuperação - 3 semanas






video

Sem comentários: