O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Águia-pesqueira libertada pelo RIAS volta um ano depois ao mesmo local!

No dia 30 de Janeiro de 2015 o RIAS devolveu à natureza na Ria de Alvor uma águia-pesqueira recuperada no nosso centro (ver aqui a notícia: http://rias-aldeia.blogspot.pt/2015/02/devolucao-natureza-de-uma-aguia.html).

No passado dia 1 de Março de 2016, a mesma águia-pesqueira voltou a ficar presa numa rede de pesca, provavelmente quando tentava caçar um peixe, perto do local onde foi devolvida à natureza.

Este é um registo impressionante por vários motivos! Porque é uma ave que migrou durante o inverno e regressou ao mesmo local onde foi libertada um ano antes, porque foi apanhada novamente numa rede de pesca (e sobreviveu) e finalmente porque foi libertada pelas mesmas pessoas nas duas vezes! 

O reconhecimento desta ave foi possível graças à anilha que lhe foi colocada no momento da sua primeira devolução à natureza, o que reforça a importância deste tipo de marcação para a realização de estudos sobre biologia e dispersão das aves. 



Fotografia de Lieske de Wilde

O RIAS agradece à Associação A Rocha pelo trabalho de sensibilização que realizam nessa zona do Algarve, que se reflete em casos como este, onde um animal selvagem é encontrado e devidamente encaminhado, sem que se perca tempo e dados. Obrigada também ao Guillaume Rethore, pelo envio da informação e da fotografia desta ave tão emblemática. 

Sem comentários: