O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Devoluções à Natureza de dia 30 de Dezembro de 2015

Devolução à Natureza de um alcaravão (Burhinus oedicnemus)
Quinta de Marim - Olhão
30 de Dezembro de 2015



Um alcaravão foi encontrado na ETAR de Faro por trabalhadores da empresa SISAQUA que o encaminharam para o nosso centro. O animal apresentava uma fractura na asa esquerda, pelo que foi necessário imobilizar essa asa para que cicatrizasse correctamente. Como esta é uma espécie muito stressada é difícil que coma sozinha em cativeiro pelo que durante algumas semanas foi necessário força comida, administrar antibióticos e vitaminas.
Foi devolvido à natureza por uma técnica do RIAS.







Devolução à Natureza de um garça-boieira (Bubulcus ibis)
Quinta de Marim - Olhão
30 de Dezembro de 2015



Uma garça-boieira foi encontrada em Albufeira por um particular. Não apresentava lesões físicas, mas apresentava paralisia das patas e falta de equilíbrio pelo que se suspeita de traumatismo craniano. O seu tratamento consistiu em administração de antibiótico, vitaminas e medicação especifica para lesões neurológicas. Ao fim de uma semana começou a pôr-se de pé a ganhar a equilíbrio. No final da recuperação foi submetida a treinos de voo.
Foi devolvida à natureza por um técnico do RIAS. 






Devolução à Natureza de um gaivota-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
30 de Dezembro de 2015



Uma gaivota-d'asa-escura foi encontrada em Portimão por um particular. Apresentava sintomas de uma doença: paralisia e diarreia. O seu tratamento consistiu em fluido-terapia e posteriormente foi alimentada por sonda. Quando ganhou forças e começou a comer sozinha foi submetida a treinos de voo. Foi devolvida à natureza por quem a encontrou.



Sem comentários: