O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Devolução à Natureza de quatro grifos

Devolução à Natureza de quatro grifos (Gyps fulvus)
Alcaria Ruiva - Mértola
17 de Dezembro de 2015





Quatro grifos ingressaram no RIAS após terem sido encontrados em Ferreira do Alentejo, Mértola, Vila do Bispo e Redondo, respectivamente.
Dois encontravam-se debilitados e magros, tendo sido necessário alimentar até recuperarem forças para continuar a sua dispersão para o norte de África. 
Outro caiu num lagar, tendo ficado com as penas cobertas de azeite. Como não estava coberto com nenhuma substância tóxica apenas disponibilizámos água de forma a que se fosse limpando sozinho. 
O último foi vítima de tiro (ver post aqui), sendo que os chumbos não causaram ferimentos graves. No entanto, ficou desorientado com o disparo e débil. 


Os animais foram devolvidos à natureza por membros da equipa do RIAS, vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa e do Parque Natural do Vale do Guadiana.


video

1 comentário:

Ria Formosa disse...

No ano de 2014 chegamos a avistar um grifo no final do cais da Ilha Deserta, parecia estar doente.