O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Devolução à Natureza de 3 gaivotas-de-patas-amarelas e 3 gaivotas-d'asa-escura

Devolução à Natureza de 3 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 3 gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
16 de Outubro de 2015



Três gaivotas-de-patas-amarelas e três gaivotas-d'asa-escura ingressaram no RIAS vindas de diversas zonas do Algarve: Olhão (2), Quarteira (3) e Portimão. Quatro destas gaivotas chegaram com os mesmos sintomas de doença. Estavam muito debilitadas sem forças para se alimentar ou para se mover. O seu tratamento consistiu em administração de fluídos e posterior alimentação com o auxilio de pinça. 
Uma das gaivotas tinha um corte na pata devido a fio de pesca. Foi necessário limpar e desinfectar a ferida e administrar antibiótico. 
A última gaivota colidiu contra uma estrutura e apresentava sintomas nervosos. O seu tratamento consistiu em administrar antibiótico, corticoides e vitaminas. 

No final da recuperação foram todas submetidas a treinos de voo. Foram libertadas por voluntários e técnicos do RIAS. 






Sem comentários: