O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Devoluções à Natureza de dia 20 de Agosto de 2015

Devolução à Natureza de uma gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e de uma gaivota-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Agosto de 2015




A gaivota-d'asa-escura ingressou no RIAS devido a debilidade. Foi necessário alimentá-la até que recuperasse a sua condição física. A gaivota-de-patas-amarelas foi encontrada em Albufeira após ter caído do ninho. Foi necessário alimentá-la até que crescessem todas as penas necessárias ao voo. 
Foram posteriormente submetidas a treinos de voo. Uma foi devolvida à natureza por uma voluntária do RIAS a outra por quem a encontrou.




Devolução à Natureza de uma andorinha-dáurica (Cecropis daurica)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Agosto de 2015



Uma andorinha-dáurica foi encontrada em São Brás de Alportel. Apresentava amputação de uma das patas, mas a lesão já estava cicatrizada e não influenciava o comportamento do animal. Não tendo outras lesões ficou algum tempo em observação e foi libertada por um voluntário do RIAS.




Sem comentários: