O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Devoluções à Natureza de dia 3 de Julho de 2015

Devolução à Natureza de três andorinhões-pretos (Apus apus)
Quinta de Marim - Olhão
3 de Julho de 2015



Estes três andorinhões-pretos ingressaram no RIAS em diferentes ocasiões, mas todos devido a queda de ninho. Eram ainda muito jovens para conseguirem voar e foi necessário alimentá-los até que todas as penas crescessem. Foram devolvidos à natureza assim que atingiram o peso e o tamanho de adultos.




video


Devolução à Natureza de um mocho-galego (Athene noctua)
Conceição - Faro
3 de Julho de 2015




Um mocho-galego foi encontrado por um particular após ter caído do ninho na zona de Faro. Não apresentava lesões, era apenas muito jovem para conseguir voar e para se conseguir alimentar sozinho. Foi mantido numa câmara interior até que todas as penas necessárias ao voo crescessem. Posteriormente foi submetido a treinos de voo e de caça. Foi quem o encontrou que o devolveu à natureza e o baptizou de "Zoom".

video



Devolução à Natureza de um texugo (Meles meles)
Ludo - Faro
3 de Julho de 2015


Um texugo foi encontrado na Quinta do Lago, preso num local de onde não conseguia sair. Verificou-se que tinha a visão muito diminuída num dos olhos, provocada por uma ferida, e apresentava as unhas muito gastas de tentar escapar do local onde ficou preso. O seu tratamento consistiu na administração de  antibióticos e desinfecção das feridas nas patas. Foi devolvido à natureza por voluntários e técnicos do RIAS.

video

Sem comentários: