O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Devolução à Natureza de duas gaivotas-de-patas-amarelas

Devolução à Natureza de duas gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
5 de Maio de 2015



Estas duas gaivotas-de-patas-amarelas foram encaminhadas para o RIAS, de Albufeira e do Carvoeiro, pelos vigilantes do Parque Natural da Ria Formosa.

Uma delas apresentava sintomas de uma doença muito comum nas gaivotas, que faz com que estas percam a mobilidade nas patas, e por isso ficam imóveis e sem se conseguirem alimentar. A sua recuperação consistiu na administração de fluídos de forma a promover a hidratação e auxílio na alimentação até que esta o conseguisse fazer por si.

A outra gaivota ingressou com um trauma numa das asas. Foi necessário fazer uma ligadura nessa asa, e proceder a diversas sessões de fisioterapia até que a lesão melhorasse.

Ambas as gaivotas foram submetidas a treinos de voo, tendo sido devolvidas à natureza por voluntários do RIAS.



Sem comentários: