O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Devoluções à Natureza de dia 24 de Abril de 2015

Devolução à Natureza de uma gaivota-de-patas amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
24 de Abril de 2015





Esta gaivota foi recolhida em Portimão por um particular tendo sido encaminhada para o RIAS pelos Vigilantes da Natureza do Parque Natural da Ria Formosa. Apresentava sintomas compatíveis com doença pelo que o seu tratamento consistiu em fluido-terapia e alimentação assistida. Assim que apresentou melhorias foi transferida para uma instalação exterior onde pôde treinar o voo juntamente com outras gaivotas. 



Esta gaivota já tinha estado em recuperação no RIAS em 2010 com o mesmo problema, tendo sido devolvida à natureza (na altura) na mesma praia onde foi encontrada.  
Foi devolvida à natureza por quem a recolheu e que a baptizou de "George".

video


Devolução à Natureza de uma rola-turca (Streptopelia decaocto)
Quinta de Marim - Olhão
24 de Abril de 2015



Uma rola-turca foi encontrada por um particular em Quarteira após ter caído do ninho. Tratava-se de um juvenil que já tinha todas as penas de voo mas ainda estava a aprender a voar. Assim, a sua recuperação foi baseada na sua alimentação e treinos de voo. Foi então devolvida à natureza por quem a encontrou.


video



Devolução à Natureza de um ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus)
Quinta de Marim - Olhão
24 de Abril de 2015



Este ouriço-cacheiro foi encontrado órfão na zona do Areal Gordo por particulares que o encaminharam para o RIAS. Como era muito pequeno, foi necessário alimentá-lo tendo sido mantido em contacto com outros ouriços em recuperação no Centro. Após 7 semanas de recuperação, este jovem adulto foi devolvido à natureza por quem o encontrou que o baptizou de "Lucky".



Sem comentários: