O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Devolução à Natureza de duas gaivotas-d'asa-escura e uma gaivota-de-patas-amarelas

Devolução à Natureza de duas gaivotas-d'asa-escura (Larus fuscus) e uma gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
11 de Março de 2015



Uma gaivota-de-patas-amarelas foi encontrada em Albufeira e reencaminhada para o RIAS através dos vigilantes da natureza do Parque Natural da Ria Formosa.  Apresentava ferimentos na asa e no bico que suspeitamos ter sido provocados por uma rede.

As duas gaivotas-d'asa-escura chegaram-nos de Portimão e de Albufeira, respectivamente. Ambas apresentavam sintomas de uma doença debilitante e foi necessário administrar fluido-terapia até recuperarem forças. 

No final da recuperação foram submetidas a treinos de voo. Foram devolvidas à natureza por visitantes do centro de interpretação ambiental do RIAS que as baptizaram de "Ilaan", "Nilda" e "Michel".


Sem comentários: