O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Escola de Castro Marim visita o RIAS



No passado dia 23 de Fevereiro, alunos da Escola de Castro Marim visitaram o RIAS no âmbito da Campanha de Apadrinhamento para Escolas. Cerca de 40 crianças do 5º ano tiveram a oportunidade de visitar o nosso centro de interpretação ambiental aprendendo sobre o que faz um centro de recuperação de animais selvagens e sobre as principais espécie que recebemos. Durante a visita puderam ainda tocar em materiais biológicos e pôr em prática os conhecimentos adquiridos através de jogos didácticos.
No final da visita os alunos devolveram à natureza os animais apadrinhados: uma gaivota-de-patas-amarelas e uma rola-turca (ver abaixo).




Devolução à Natureza de uma gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e de uma rola-turca (Streptopelia decaocto)
Quinta de Marim - Olhão
23 de Fevereiro de 2015





Uma gaivota-de-patas-amarelas foi encontrada por um particular em Portimão e reencaminhada para o RIAS pelos vigilantes do Parque Natural da Ria Formosa. O animal apresentava sintomas de uma doença debilitante. O tratamento consistiu na administração de fluídos e posterior alimentação assistida.
A rola-turca foi encontrada em Olhão por um particular e encaminhada para o RIAS. Não tinha lesões aparentes pelo que foi mantida para observação.
No final ambos foram submetidos a treinos de voo.
Uma escola de Castro Marim apadrinhou e devolveu estes animais à natureza baptizando-os de "Castro" e de "Marim".


video


Sem comentários: