O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Campanha de Apadrinhamento para Empresas


O RIAS recebe durante todo o ano animais de várias espécies, como por exemplo, águias, mochos e corujas, grifos, texugos e fuinhas, que por diversas razões foram feridos e se encontram debilitados, necessitando de recuperação para posterior libertação no habitat natural a que pertencem. Algumas espécies que ingressam no RIAS são bastante emblemáticas nesta região do país e apresentam estatutos de conservação bastante dramáticos como é o caso da águia-pesqueira que se encontra Criticamente em Perigo a nível nacional.
Embora existam meios próprios para gestão e manutenção do centro, é necessário solicitar apoios a particulares, empresas e diversas entidades, no sentido de colmatar algumas carências em termos de material, alimentação e outras necessidades do trabalho diário do RIAS. 

Assim surge a Campanha de Apadrinhamentos para Empresas.



Opções de apadrinhamento*:

·    Apadrinhar um animal: donativo único
·    Apadrinhar uma espécie: donativos anuais (período mínimo de 2 anos)

* Para saber mais sobre os valores de apadrinhamentos contacte-nos.

O que oferecemos:

  - Certificado de apadrinhamento em nome da empresa;
  - Publicitação da empresa no blog do RIAS como madrinha;
 - Possibilidade da devolução do animal num evento da empresa ou com clientes;
  - Mecenato Ambiental;
 - Contribuir para uma maior notoriedade da sua empresa através da sua ligação com a conservação de fauna em Portugal;
 - Associar a imagem da sua empresa com um projecto de recuperação e conservação da fauna local, sensibilizando desta forma toda a comunidade;
 - Outras vantagens podem ser discutidas.

Que espécies pode apadrinhar?

Para saber que espécies temos no momento do apadrinhamento entre em contacto connosco!
Espécies comuns no RIAS:
- Coruja-do-mato (Strix aluco)
- Coruja-das-torres (Tyto alba)
- Mocho-galego (Athene noctua)
- Bufo-real (Bubo bubo)
- Águia-d'asa-redonda (Buteo buteo)
- Peneireiro (Falco tinnunculus)
- Grifo (Gyps fulvus)
- Gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
- Gaivota-d'asa-escura (Larus fuscus)
- Melro (Turdus merula)
- Andorinha-dos-beirais (Delichon urbicum)
- Ouriço (Erinaceus europaeus)
- Cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)


 




Os benefícios do mecenato ambiental

De acordo com a legislação em vigor, a sua empresa, sendo mecenas do RIAS, obterá os devidos benefícios fiscais: ao abrigo do artigo 3º da lei do mecenato (Mecenato Cultural, Ambiental, Desportivo e Educacional - DL 74/1999), a associação ALDEIA é uma entidade elegível podendo ser deduzido 120% do valor total ou 130% no caso do estabelecimento de contractos plurianuais de apoio. Assumimos o compromisso de enviar à sua empresa o comprovativo do montante do donativo recebido (ou valor do material cedido), como previsto na actual legislação.


Sem comentários: