O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres

Devolução à Natureza de uma coruja-das-torres (Tyto alba)
Quinta de Marim - Olhão
17 de Dezembro de 2014


Três penas da asa enxertadas 
Esta coruja-das-torres foi encontrada por um particular e encaminhada para o RIAS pelos Vigilantes do Parque Natural da Ria Formosa. Infelizmente este é mais um dos vários casos de cativeiro ilegal que ingressam no nosso centro. A coruja chegou-nos com correntes de couro em ambas as patas e supomos que tenho fugido do local onde se encontrava em cativeiro. Tinha também várias penas cortadas em ambas as asas e encontrava-se muito desidratada. A sua recuperação baseou-se na administração de fluídos e enxerto de algumas penas das asas (ver imagem acima). Foi posteriormente submetida treinos de voo e caça, tendo sido devolvida à natureza por um técnico do RIAS.




Sem comentários: