O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Devoluções à Natureza de dia 3 de Julho de 2014

Devolução à Natureza de um andorinhão-preto (Apus apus)
Quinta de Marim - Olhão
3 de Julho de 2014



Este andorinhão-preto foi entregue ao RIAS pelos Vigilantes do Parque Natural do Vale do Guadiana, e tinha uma luxação num dos ombros. A sua recuperação consistiu na mobilização da asa afectada e alimentação do andorinhão até que o ombro sarasse. Foi posteriormente submetido a treinos de voo, e foi devolvido à natureza por uma técnica do RIAS.



Devolução à Natureza de uma gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Quinta de Marim - Olhão
3 de Julho de 2014






Esta gaivota-de-patas-amarelas ingressou no RIAS com sintomas de uma doença de origem desconhecida. Esta doença provoca debilidade o que por sua vez causa desidratação extrema. Assim sendo, sua estadia no RIAS consistiu na administração de fluídos e alimentação com a ajuda de uma pinça, até que a gaivota se conseguisse levantar e alimentar sozinha. Foi posteriormente submetida a treinos de voo tendo sido libertada por uma voluntária da Casa das Raparigas de Faro.



Sem comentários: