O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Devolução à Natureza de três gaivotas-de-patas-amarelas e uma gaivota-d'asa-escura

Devolução à Natureza de três gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e uma gaivota-d'asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim - Olhão
1 de Julho de 2014



Estas gaivotas, excepto uma, deram entrada no RIAS com sintomas de uma doença, de origem desconhecida, que as deixa severamente desidratadas, sem força para se levantarem nem para se alimentarem. Desta forma, a sua alimentação inicialmente foi feita por sonda, até que conseguissem engolir, e posteriormente com pinça, até se alimentarem sozinhas. Foram também administrados fluídos para ajudar na sua hidratação.
A última gaivota deu entrada no RIAS com fractura numa das asas, pelo que a sua estadia no centro consistiu na imobilização da asa até que a fractura sarasse e posterior fisioterapia na asa. 
Todas as gaivotas foram submetidas a treinos de voo, e foram libertadas por voluntárias e técnicas do RIAS.

video




Sem comentários: