O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Visita do CATL da Cavalinha, Cruz Vermelha Portuguesa, delegação Olhao ao RIAS para a "Hora do Conto"

Nos dias 10 e 11 de Abril quatro turmas do 1º ao 4º ano visitaram o Centro de Interpretação Ambiental do RIAS para a realização da actividade "Hora do Conto". 
O conto intitulado "Mauro e Emília" de Mafalda Alves remete para a importância de preservar a nossa fauna selvagem e para o problema das espécies invasoras.


Depois do conto os participantes tiveram ainda a oportunidade de realizar diversas actividades didácticas e de devolver à natureza diversos animais recuperados no centro (ver abaixo).






Devolução à Natureza de dois cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
10 e 11 de Abril de 2014


Um cágado-mediterrânico foi entregue no RIAS voluntariamente por quem o tinha em casa e outro chegou-nos por intermédio de um particular que o encontrou num local pouco apropriado para a espécie. Em ambos os casos foi necessário alimentá-los e seguir o seu comportamento e condição física até se encontrarem prontos para a devolução à natureza.


Devolução à Natureza de um gaivota-d'asa-escura (Larus fuscus) e de um guincho (Larus ridibundus)
Quinta de Marim - Olhão
10 e 11 de Abril de 2014



O guincho foi encontrado em Portimão por um particular e tinha sintomas de doença. A gaivota-d'asa-escura foi reencaminhada para o RIAS por um particular que a encontrou na Fuseta, sendo que estava desnutrida. Em ambos os casos foi necessário auxiliar na alimentação nos primeiros dias até ganharem forças para se alimentarem sozinhas. Posteriormente foram submetidas a treinos de voo. 


Sem comentários: