O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Devolução à Natureza de 2 gaivotas-de-patas-amarelas e 1 gaivota-d'asa-escua

Devolução à Natureza de 2 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 1 gaivota-d'asa-escura (Larus fuscus)
Escola Básica, Nº1 Largo da Feira - Olhão
4 de Dezembro de 2013


A gaivota-d'asa-escura foi reencaminhada para o RIAS por um particular que a encontrou em Olhão, na escola básica do Largo da Feira. O animal apresentava lesões em ambas as asas: na direita tinha uma luxação no ombro e na esquerda uma fractura na clavícula. Assim a sua recuperação foi lenta e progressiva tendo sido feito a imobilização das zonas afectas e posterior seguimento da evolução das lesões. Por fim foi submetida a treinos de voo.
As gaivotas-de-patas-amarelas foram ambas encontradas na zona de Alvor, Portimão e ingressaram no RIAS com os mesmos sintomas de doença. A doença provoca debilidade e diarreia, pelo que o tratamento consistiu em antibióticos e administração de fluídos.
As gaivotas foram devolvidas à natureza na escola onde a gaivota-d'asa-escura foi encontrada e foram baptizadas de "Branquinha", "Cinzenta" e "Mariana".

Sem comentários: