O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Devoluções à Natureza da 3º semana de Junho

Devolução à Natureza de 1 águia-d'asa-redonda (Buteo buteo
Quinta de Marim - Olhão
18 de Junho de 2013


Uma águia-d'asa-redonda chegou ao RIAS através dos vigilantes da Natureza do Parque  Natural da Ria Formosa. O animal tinha sido atropelado e apresentava uma fractura na asa direita já antiga. Também lhe foram diagnosticados sintomas iniciais de varíola pelo que o animal foi colocado em quarentena e foi aplicada medicação específica.
Foi libertado na Quinta de Marim na presença de um grupo de ingleses residentes no Algarve que ajudaram na sua devolução à Natureza.
 

Devolução à Natureza de 1 andorinhão-preto (Apus apus
Quinta de Marim - Olhão
19 de Junho de 2013


Um andorinhão-preto ingressou no RIAS após ter caído do ninho. O animal foi entregue por vigilantes da Natureza do Parque Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António.
A sua recuperação consistiu em alimentação até que crescessem as penas de voo. O andorinhão-preto foi libertado por uma voluntária do RIAS.




Devolução à Natureza de 1 camaleão (Chamaeleo chamaeleon
Quinta de Marim - Olhão
21 de Junho de 2013


Um camaleão chegou ao RIAS depois de ter sido capturado acidentalmente numa estrada. Por não apresentar qualquer lesão foi libertado, de imediato, por uma visitante do RIAS.
 
 

Sem comentários: