O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Devoluções à Natureza da 3ª semana de Julho

Devolução à Natureza de 1 Coruja-do-mato (Strix aluco)
Santa Rita - Vila Nova de Cacela 
16 de Julho de 2013

 

Uma cria de coruja-do-mato foi trazida para o RIAS por técnicos do Zoomarine, em Albufeira. Não tinha qualquer ferimento apesar de a sua provável causa de ingresso ter sido queda do ninho. 
O tratamento consistiu em alimentação adequada até completar o crescimento das penas de voo e, posteriormente, treinos de voo e caça. 
 
Este animal foi libertado na antiga escola primária de Santa Rita, actual sede do Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA, na inauguração da exposição de ilustração "Bichos. Quem nos observa da paisagem?" da autoria de Marta Santos.
 
 
 
 
 
 
Esta exposição estará patente do CIIPC até 27 de Setembro e pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 9.00 às 15.00 (Julho e Agosto) e das 9.00 às 13.00 e 14.00 às 17.00 (Setembro).
 



video

 


Devolução à Natureza de 1 Mocho-galego (Athene noctua)
Quinta de Marim - Olhão
17 de Julho de 2013


Uma cria de mocho-galego foi encontrada em Olhão e trazida ao RIAS por um membro da Associação ADAPO. Suspeita-se que tenha caído do ninho, mas não apresentava qualquer lesão pelo que a sua recuperação consistiu apenas na alimentação e treinos de voo e caça.
A mesma senhora que a encontrou libertou-a, baptizando-a de "ADAPO".

video

Devolução à Natureza de 1 Andorinha-dos-beirais (Delichon urbica)
Quinta de Marim - Olhão
18 de Julho de 2013

Uma andorinha-dos-beirais caiu do ninho e foi encontrada por um particular no concelho de Tavira. A sua recuperação foi simples consistindo apenas na sua alimentação e treinos de voo.
A sua devolução à natureza foi efectuada por um pequeno voluntário do RIAS.




Devolução à Natureza de 1 Peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus)
Chalé João Lúcio - Olhão
18 de Julho de 2013


Encontrado por um particular, um peneireiro-vulgar ingressou no RIAS por suspeita de queda de ninho. A sua recuperação demorou um mês, consistindo apenas na sua alimentação e desenvolvimento de penas.
 
O individuo foi devolvido à natureza num evento promovido pela Associação MOJU na semana aberta do projecto "Mais Sucesso". Durante a sua devolução o peneireiro foi baptizado de "Mais Sucesso" em homenagem a esta iniciativa.

 


video



Devolução à Natureza de 6 Perdizes-vermelhas (Alectoris rufa)
Quinta de Marim - Olhão
20 de Julho de 2013


As perdizes deram entrada no RIAS através de um particular que as encontrou na zona de Alcoutim. As crias de perdiz eram órfãs pelo que no centro procedeu-se à sua alimentação até que tivessem todas as penas de voo desenvolvidas.
Foram libertadas em simultâneo por elementos da equipa do RIAS e pelos particulares que a encontraram.



video


Sem comentários: