O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Devoluções à Natureza: Segunda semana de Maio de 2013

Devolução à Natureza de um Cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Lagoa de São Lourenço - Almancil
6 de Maio de 2013

Este cágado-mediterrânico foi entregue no RIAS por particulares que o mantinham em casa ilegalmente há alguns anos e resolveram entregá-lo junto do nosso centro de recuperação. O animal foi sujeito a um exame físico onde foi confirmado que se encontrava bem. No entanto, era importante perceber se o animal conseguiria sobreviver no meio selvagem uma vez que sempre esteve habituado a ter alimento fácil. Por essa razão, foi colocado junto a outros indivíduos da mesma espécie e quando confirmado que se alimentava correctamente foi devolvido à Natureza. 
Esta acção foi realizada pelos particulares que entregaram o cágado no centro.




Devolução à Natureza de um Cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim - Olhão
10 de Maio de 2013

Este Cágado-mediterrânico foi também  entregue no centro por particulares que o mantinham ilegalmente em cativeiro. Tal como o animal da devolução anterior, o seu progresso no RIAS foi rápido após se confirmar que não possuía qualquer problema e que se conseguia alimentar sozinho. A sua devolução foi realizada pela pessoa que o entregou voluntariamente no centro. O Cágado ficou a chamar-se de "Cristina Amélia". 



É importante, uma vez mais, passar a mensagem para todas as pessoas que é ilegal ter em casa animais selvagens. Se já possuem um animal selvagem em cativeiro devem entregá-lo num Centro de Recuperação de Animais Selvagens ou Parque Natural mais próximo. No caso de cágados exóticos (comprados em lojas de animais) é importante NUNCA o abandonar na Natureza! 




Devolução à Natureza de uma Cegonha-branca (Ciconia ciconia)
Quinta de Marim - Olhão
10 de Maio de 2013


Esta ave foi entregue no nosso centro no dia 9 de Maio por um particular que a encontrou no mar na zona de Olhão. Esta Cegonha chegou com hipotermia e sem reacção à luz nos olhos. Apresentava também feridas antigas de fios nos dedos da pata esquerda e pequenas feridas nos metacarpos. No entanto, o facto mais curioso foi que esta Cegonha era uma fêmea adulta que tinha um ovo. Foi sujeita a tratamento de imediato de forma a recuperar a sua temperatura corporal. No dia seguinte, apresentava claras melhorias e já mostrava vontade de voar. Por isso, e devido à necessidade urgente de devolver esta ave para que pudesse depositar o seu ovo na Natureza, foi imediatamente libertada. 




Devolução à Natureza de 4 Gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Clube Naval de Portimão
11 de Maio de 2013



Todas estas gaivotas-de-patas-amarelas chegaram ao RIAS durante o mês de Abril e com a suspeita de doença gastro-intestinal. O seu tratamento foi como habitualmente baseado em fluidoterapia e alimentação adequada até à sua recuperação, e posteriormente treinos de voo no exterior até atingirem as condições adequadas para a sua sobrevivência na Natureza. Foram devolvidas à Natureza pelos alunos de Vela do Clube Naval de Portimão e por outros particulares que entregaram os animais. 



Sem comentários: