O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres

Nos dias 12, 13 e 14 de Abril de 2013, o RIAS/ALDEIA organizou mais uma edição do Workshop Prático de Recuperação de Animais Silvestres, que decorreu na Casa João Lúcio/Ecoteca de Olhão.  


Nesta formação estiveram presentes 20 participantes entre eles alguns elementos de diferentes equipas do SEPNA/GNR da região do Algarve. O curso esteve a cargo dos médicos veterinários da ALDEIA, Ricardo Brandão e Hugo Lopes. Este workshop contou com a presença do Sr. Vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Olhão, Dr. António Humberto dos Santos, que em conjunto com o RIAS, deu as boas-vindas aos participantes!




No primeiro dia do workshop foi dado a conhecer aos participantes a Associação ALDEIA e o Projecto RIAS e ainda foi dado início ao módulo teórico do curso com uma palestra sobre a identificação de Animais Silvestres. 


O segundo dia foi destinado apenas à componente teórica do workshop. Foram abordados os seguintes temas: Introdução e princípios base para a recuperação de animais silvestres e funcionamento de um centro de recuperação; Desenho e estruturas de instalações de um centro de recuperação, onde foi dada a oportunidade aos participantes de ficarem a conhecer o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens (RIAS); Captura, contenção e manuseamento de animais silvestres e respectiva segurança e protecção para animais e pessoas; e para finalizar, Aspectos anato-fisiológicos dos animais. 

O curso foi finalizado com um dia de componente prática onde os participantes tiveram a possibilidade de por os conhecimentos adquiridos em acção. 
O dia foi iniciado com um treino de técnicas de manipulação e exame físico. 



Em seguida, foram exercitadas as diferentes técnicas e tipos de ligaduras utilizadas em diferentes casos clínicos. 





Por fim, foram praticadas as técnicas de fluidoterapia e administração de medicamentos e alimentos com avaliação de diferentes graus de desidratação e diferentes vias de administração. 




Foi encerrado o curso com um esclarecimento de dúvidas e convívio entre participantes e formadores.

Pode visualizar uma reportagem sobre este workshop realizada pela Local TV no seguinte link:  http://videos.sapo.pt/rGtIccNCKyjmdstUAETV

Sem comentários: