O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Fauna Ibérica - Camaleão

Acaba de ser disponibilizado no Vimeo o documentário sobre o camaleão (Chamaeleo chamaeleon) produzido e realizado pela AidNature.org, inserido na série documental "Fauna Ibérica" que a organização se encontra a produzir.

Parte das filmagens foram realizadas no Parque Natural da Ria Formosa com a colaboração do RIAS.



Brevemente será disponibilizada a versão portuguesa.

Libertações: 28 de Março de 2012

Devolução à natureza de 2 cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa) e 1 ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus)
Lugar da Assêca, Tavira

Estes dois cágados deram entrada no RIAS após terem sido recolhidos e entregues por particulares de Tavira e Luz de Tavira no final de Outubro de 2011. Ambos se encontravam sob cativeiro ilegal.

Ao serem examinados pelos médicos-veterinários verificou-se que um deles apresentava sinais clínicos de trauma, possivelmente devido a algum choque ou colisão.

Durante o período de recuperação inicial os dois cágados foram mantidos em câmaras separadas e receberam alimentação regular. Posteriormente foram colocados nas câmaras exteriores até à sua total recuperação.

A devolução destes dois animais decorreu na ribeira da Assêca na presença dos particulares que os encontraram e do Senhor Vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Tavira, José Manuel Guerreiro. Os cágados foram baptizados de Macário e Harry Potter.




O ouriço-cacheiro deu entrada no RIAS no dia 4 de Janeiro após ter sido recolhido no Lugar da Assêca por um particular uma vez que o animal tinha sido vítima de predação por um cão.

A equipa veterinária verificou que o ouriço apresentava uma laceração de grande dimensão na pata posterior esquerda pelo que o seu processo de recuperação consistiu na limpeza e desinfecção da ferida e manutenção do indivíduo numa câmara interior de pequena dimensão, onde recebeu regularmente alimento. Após se verificar a cicatrização da mesma, o ouriço foi transferido para uma câmara exterior onde, na companhia de outros ouriços em recuperação ganhou peso.

A sua devolução realizou-se perto do local onde foi recolhido e baptizado pelos participantes da acção de Ileus.


segunda-feira, 26 de março de 2012

Campanha na Escola Secundária de Pinheiro e Rosa

Na passada sexta-feira, dia 23 de Março os alunos do curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural da Escola Secundária de Pinheiro e Rosa, em Faro, organizaram uma campanha de angariação de donativos para o RIAS na escola onde estudam.



A campanha foi um sucesso e superou todas as expectativas pelo que o RIAS agradece a iniciativa a todos os alunos e professores envolvidos!! 



A todos um muito obrigado!



quarta-feira, 21 de março de 2012

Libertações: 20 de Março de 2012

Devolução à natureza de 2 corujas-das-torres (Tyto alba)
Quinta de Marim, Olhão


Estas duas corujas deram entrada no RIAS entre Janeiro e Fevereiro após terem sido entregues por vigilantes do Parque Natural de Vale do Guadiana.

A equipa medico-veterinária detectou ataxia (irregularidade na coordenação motora) em ambas as aves, sinal clínico que vai de acordo com traumatismo craniano, possivelmente devido a alguma colisão.

Face aos sinais clínicos que apresentavam foram mantidas numa câmara de pequenas dimensões onde receberam alimentação. Após se verificar alguma melhoria na coordenação motora foram transferidas para uma câmara de média dimensão onde receberam alimentação e puderam treinar o voo. No processo final da recuperação foram transferidas para uma câmara exterior de grandes dimensões onde puderam treinar o voo e a caça.

As suas libertações realizaram-se na Quinta de Marim na presença das madrinhas, que as baptizaram de Otília e Sortuda.



terça-feira, 20 de março de 2012

Libertação: 19 de Março de 2012

Devolução à natureza de 2 cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim, Olhão


No dia 18 de Março um particular entregou-nos duas crias de cágados-mediterrânicos após as ter encontrado numa estrada perto do recinto do Parque Natural da Ria Formosa, longe de qualquer habitat húmido necessário à sua sobrevivência. As crias teriam nascido há cerca de um dia, pelo que devem-se ter desorientado por factores externos que as levaram para longe da água.

Após serem examinados pela equipa medico-veterinária verificou-se que não apresentavam nenhum tipo de lesão que afectasse a sua sobrevivência na natureza pelo que se decidiu mantê-los durante uma noite num aquário onde receberam luz UVA/UVB e alimento, dois elementos fundamentais para o seu desenvolvimento.

No dia seguinte procedeu-se à sua libertação que decorreu no lago da sede da Quinta de Marim, em pleno Parque Natural da Ria Formosa, uma vez que apresenta as condições necessárias para a sua manutenção e pela presença da espécie no local. A entrega destes animais no RIAS denota o efeito positivo do nosso apelo realizado no post do dia 7 de Março aquando se libertou uma cria de cágado-mediterrânico.


sexta-feira, 16 de março de 2012

Libertação: 11 de Março de 2012

Devolução à natureza de 1 peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus)
Praça da República, Tavira


No dia 11 de Março o RIAS participou na Marcha/Corrida do "Dia Internacional da Mulher" organizada pela Associação Oncológica do Algarve, em parceria com o Município de Tavira.

Esta iniciativa  ocorreu na Praça da República e teve como principais objectivos alertar a população em geral para a prevenção do Cancro, apelando à prática de um estilo de vida saudável e angariar fundos para a construção da "Casa Flor das Dunas", uma residência temporária de apoio ao doente oncológico, em tratamentos na Unidade de Radioterapia do Algarve, em Faro.

O RIAS participou neste evento com a libertação de um peneireiro-vulgar antes do início da partida. Esta ave deu entrada no centro no dia 20 de Fevereiro de 2012 após ter sido encontrado em Loulé por um particular.

Ao ser examinado pela equipa medico-veterinária verificou-se que a ave não apresentava nenhum tipo de lesão física que afectasse o seu comportamento natural, contudo apresentava-se bastante fraca e debilitada. Deste modo o seu plano de recuperação consistiu em alimentação reforçada e adequada à espécie até atingir o seu peso ideal. No final foi transferido para uma câmara exterior de grandes dimensões onde pode treinar o voo e a caça. Durante todo o seu processo de recuperação esteve sempre em contacto com aves da mesma espécie de modo a se prevenir a sua domesticação.

 
A cantora Viviane “deu a cara” pela causa de Luta Contra o Cancro, libertando a ave, apadrinhada pelos colaboradores da A.O.A, os quais lhe deram o nome de "Esperança". A Marcha foi iniciada por alguns elementos do Clube de Ciclismo de Tavira, que abriram caminho a cerca de 400 participantes, dos quais 300 foram inscritos.

O RIAS agradece a Associação Oncológica do Algarve pelo convite e pelo interesse em apadrinhar o peneireiro libertado.

Libertação: 7 de Março de 2012

Devolução à natureza de 1 cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim


No dia 6 de Março deu entrada no RIAS um neonato de cágado-mediterrânico após ter sido encontrado no dia 5 por um particular em Loulé.

Visto que não apresentava nenhum tipo de lesões físicas, recebeu alimentação durante um dia e procedeu-se à sua devolução à natureza no lago da sede do Parque Natural da Ria Formosa. Este local foi escolhido pelo facto de apresentar as condições ideais para a manutenção desta espécie e pelo registo da sua ocorrência no lago. 



O RIAS informa que está a decorrer o período de eclosão de ovos de cágado-mediterrânico e cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis).

Deste modo apelamos a todos que, caso encontrem alguma cria destas duas espécies autóctones de cágados, as coloquem numa lagoa, lago ou ribeira segura.

Contudo poderá também ocorrer a eclosão de espécies exóticas como a tartaruga-de-orelhas-vermelhas (Trachemys scripta elegans), sendo a sua libertação na natureza proibida por lei e indo contra os esforços que o RIAS e o projecto LIFE+Trachemys estão a desenvolver.

Assim, deixamos de seguida algumas fotografias de crias de cada espécie, de modo a auxiliar na sua identificação.

Se encontrar algum indivíduo desta espécie, e caso tenha alguma dúvida na sua identificação ou não exista em redor habitat onde possam ser libertados, o RIAS apela a que os entreguem num centro de recuperação de animais selvagens mais próximo.

Crias de cágado-de-carapaça-estriada





Crias de cágado-mediterrânico





Crias de tartaruga-de-orelhas-vermelhas





 

quarta-feira, 7 de março de 2012

Libertação: 5 de Março de 2012

Devolução à natureza de 1 fuínha-dos-juncos (Cisticola juncidis)
Quinta de Marim, Olhão


Esta pequena ave deu entrada no RIAS no dia 5 de Março após ter sido retirada por um particular da boca de um gato e trouxe-a imediatamente para o centro.

Após ser examinada verificou-se que não apresentava nenhum tipo de lesão física que afectasse o seu comportamento natural pelo que se realizou a sua devolução à natureza com a presença dos particulares que a encontraram.

terça-feira, 6 de março de 2012

Libertação: 2 de Março de 2012

Devolução à natureza de 2 cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim, Olhão


No dia 1 de Março deram entrada no centro um neonato e um adulto de cágado-mediterrânico. O neonato foi encontrado por um técnico do RIAS na estação de lavagem do centro, possivelmente por ter nascido recentemente perto do mesmo. O adulto foi recolhido no interior do lago do jardim Patrão Joaquim Lopes, normalmente conhecido por "jardim dos patinhos", pelo facto de ser proibido a manutenção em cativeiro de espécies selvagens que ocorrem naturalmente em Portugal.

Visto que ambos não apresentavam nenhum tipo de lesões físicas, receberam alimentação durante um dia e realizou-se uma libertação conjunta no lago da sede do Parque Natural da Ria Formosa. Este local foi escolhido pelo facto de apresentar as condições ideais para a manutenção desta espécie e pelo registo da sua ocorrência no lago.

A libertação foi realizada pela Joana Lopes e pela Susana Soares, duas estagiárias de Biologia e Medicina-Veterinária que, durante 6 meses, realizaram um estágio no RIAS ajudando nas actividades do dia-a-dia do centro. Os cágado foram baptizados de "Joana" e "Susana".

sexta-feira, 2 de março de 2012

RIAS recebe curso profissional de Turismo Ambiental e Rural

No dia 1 de Março, o RIAS recebeu 21 elementos do curso profissional de Turismo Ambiental e Rural da Escola Secundária de Faro "Pinheiro e Rosa".

Os participantes receberam uma visita guiada no centro de interpretação ambiental de um técnico que deu a conhecer o dia-a-dia de um centro de recuperação de animais selvagens passando pelas principais causas de ingresso e deu a conhecer o projecto de conservação LIFE+Trachemys que está a decorrer no Algarve e onde a Associação ALDEIA participa activamente.