O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Devoluções à Natureza: 1 de Setembro de 2012

Devolução à Natureza de 1 pato-trombeteiro (Anas clypeata), 1 frisada (Anas strepera) e 2 patos-reais (Anas plathyrhynchos)
Quinta de Marim, Olhão
1 de Setembro de 2012

Estes animais deram entrada no RIAS no início de Agosto bastante debilitados sendo provenientes de Faro. 



O seu processo de recuperação consistiu em fluidoterapia várias vezes por dia e posteriormente alimentação regular e equilibrada. Mais tarde foram colocados numa instalação exterior com um charco onde puderam treinar o voo e natação.

Pato-trombeteiro (Anas clypeata) marcado com marcador nasal

Antes da sua libertação, foram marcados com anilhas metálicas (como todas as aves devolvidas à natureza pelo RIAS) e com marcadores nasais, próprias para este grupo de animais. Estes marcadores permitirão uma futura visualização à distância e identificação individual de cada animal, o que se traduz consequentemente em informações sobre a sua sobrevivência pós-libertação. 


Estes animais foram devolvidos à natureza por técnicos e voluntários do RIAS na Quinta de Marim em Olhão.



Sem comentários: