O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Libertações: 31 de Julho de 2012

Devolução à Natureza de 3 andorinhas-dos-beirais (Delichon urbica), 1 peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus) e 1 ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus)
Tavira



Estas 3 pequenas andorinhas foram recolhidas em Tavira após a destruição do seu ninho por parte de um particular. Por se encontrarem desprotegidas e abandonadas num passeio, uma jovem recolheu-as e alimentou-as à base de insectos antes de as encaminhar para o RIAS. 


Aqui no centro foram hidratadas e alimentadas e puderam exercitar o voo, tendo sido devolvidas à Natureza pela família que as recolheu que as baptizou de "Jack", "Lucifer" e "Sin".




O peneireiro-vulgar (Falco tinnunculus) foi entregue no RIAS no dia 11 de Julho também devido a queda do ninho. Aqui no centro ficou numa instalação exterior juntamente com outros peneireiros onde pôde treinar o voo e a caça até ao crescimento total das penas de voo.



Foi devolvido à Natureza perto do local onde foi encontrado e pelo particular que o recolheu.



O ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus) foi encontrado no meio de uma estrada por uma particular que o recolheu e encaminhou para o RIAS. 


Aqui no centro foi alimentado durante alguns dias e por não apresentar lesões foi libertado pela particular que o encontrou. 


Sem comentários: