O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Libertações: 24 de Julho de 2012

Devolução à Natureza de um andorinhão-pálido (Apus pallidus) e de um andorinhão-preto (Apus apus)
Quinta de Marim - Olhão



Estes 2 andorinhões deram entrada no RIAS nos dias 3 e 10 de Julho após terem caído do ninho. Por se tratarem de crias, foram alimentados regularmente com insectos até ao total crescimento das penas de voo. 
Aqui no centro tiveram ainda oportunidade de treinarem o voo juntamente com outros andorinhões.



Foram devolvidos à Natureza por dois voluntários do RIAS.



2 comentários:

IBeja disse...

Será que este andorinhão-preto era proveniente da colónia que existe no edifício da CCDR, em Faro? Depois desse já encontrámos mais 2 vivos. Um terá falhado a entrada no ninho provavelmente na sequência do vento que se fazia sentir, o outro estaria nos primeiros voos... Como estavam cheios de energia e não evidenciavam falta de peso, nem nenhum outro problema foram lançados ao ar e lá foram eles...cumprir a sua natureza de ave...

RIAS disse...

Boa tarde, respondi-lhe pelo facebook à pouco. Um dos andorinhões era proveniente de Faro mas não temos nenhum contacto associado a este animal pelo que possivelmente será daí. Que contacto deixaram quando o entregaram? A melhor maneira de nos contactar é por email pois muitas vezes não vemos os comentários do blog/facebook. Até breve e obrigada pelo interesse!!
Fábia Azevedo