O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Libertações: 20 a 28 de Junho de 2012

Devolução à Natureza de um Chapim-real (Parus major)
20 de Junho de 2012
Quinta de Marim – Olhão



Este pequeno chapim-real, deu entrada no RIAS após ter caído do ninho em Moncarapacho, Olhão. Foi recolhido por um particular que o trouxe imediatamente para o centro onde foi alimentado e hidratado. Umas semanas mais tarde, pôde treinar o voo numa jaula exterior adaptada para estas pequenas aves se poderem exercitar. Foi devolvido à natureza por um dos técnicos do RIAS.





Devolução à Natureza de 3 Melros-pretos (Turdus merula) e 1 Pêga-azul (Cyanopica cyanus)
21 de Junho de 2012
Quinta de Marim – Olhão


Os 3 melros-pretos foram recolhidos pela Protecção Civil de Faro de um contentor do lixo, ainda dentro do ninho, provavelmente após este ter sido retirado de uma árvore. Posteriormente as 3 pequenas aves foram encaminhadas para o RIAS por um biólogo do Parque Natural da Ria Formosa. Aqui no centro foram devidamente alimentadas e hidratadas e foram sujeitas a treinos de voo numa fase posterior do processo de recuperação.



A pêga-azul foi recolhida por um particular em Faro que a encaminhou até ao centro também devido a queda do ninho. À semelhança dos melros, este animal foi alimentado e hidratado e realizou também treinos de voo antes de se proceder à sua devolução à Natureza.





Devolução à Natureza de 2 cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
21 de Junho de 2012
Lagoa de São Lourenço, Almancil

Um destes dois cágados-mediterrânicos ingressou no RIAS devido a atropelamento, apresentando pequenas fracturas na carapaça. A sua recuperação envolveu tratamento adequado das lesões, imobilização das placas da carapaça e alimentação regular. O outro cágado entrou no RIAS após ter sido recolhido por uma particular num local pouco apropriado para esta espécie. O seu rápido processo de recuperação consistiu apenas em alimentação regular.





Devolução à Natureza de 1 Sapo-comum (Bufo bufo)
22 de Junho de 2012
Quinta de Marim – Olhão


Este sapo-comum foi recolhido em Faro por um particular dentro de uma garagem. Por ser um local perigoso e não natural para este animal, foi encaminhado para o RIAS e após o exame clínico realizado pela veterinária do centro, foi imediatamente devolvido à Natureza.




Devolução à Natureza de 1 Pardal-comum (Passer domesticus)
28 de Junho de 2012
Quinta de Marim – Olhão


Este pardal-comum foi entregue no RIAS por um particular após ter sido recolhido em Olhão devido a queda de ninho. No RIAS foi alimentado e sujeito a treinos de voo juntamente com outros pardais numa jaula exterior. Foi devolvido à natureza pelos particulares que o encontraram. 


Sem comentários: