O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Libertações: 14 de Abril de 2012

Devolução à natureza de 1 águia-calçada (Aquila pennata)
Ludo, Faro


Esta águia deu entrada no RIAS no dia 30 de Março após ter sido encontrada  bastante debilitada na Fuseta por um particular e recolhida por vigilantes da Natureza do Parque Natural da Ria Formosa.

Visto que não apresentava nenhum tipo de lesão foi transferida para uma câmara exterior de grandes dimensões onde recebeu alimento e pôde treinar o voo e caça.

Assim que se verificou a recuperação do animal, os técnicos procederam à sua devolução à Natureza no Ludo, que decorreu na presença dos padrinhos, membros do Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Segurança Social do Algarve que a baptizaram de Castanha CCD.







Devolução à natureza de 1 andorinhão-preto (Apus apus)
Quinta de Marim, Olhão


No dia 10 de Abril deu entrada no RIAS um andorinhão-preto após ter sido recolhido em Olhão, na varanda da casa dos particulares que o recolheram e entregaram no RIAS.

Ao ser examinado pelos medico-veterinários verificou-se que o animal não apresentava nenhum tipo de lesão que afectasse o seu comportamento contudo apresentava-se ligeiramente fraco, pelo que o seu processo de recuperação consistiu em descanso e alimentação regular.

Assim que se verificou que voava procedeu-se à sua libertação na Quinta de Marim na presença dos particulares que o encontraram, baptizando-o de Jordan.


Sem comentários: