O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Libertação: 7 de Março de 2012

Devolução à natureza de 1 cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim


No dia 6 de Março deu entrada no RIAS um neonato de cágado-mediterrânico após ter sido encontrado no dia 5 por um particular em Loulé.

Visto que não apresentava nenhum tipo de lesões físicas, recebeu alimentação durante um dia e procedeu-se à sua devolução à natureza no lago da sede do Parque Natural da Ria Formosa. Este local foi escolhido pelo facto de apresentar as condições ideais para a manutenção desta espécie e pelo registo da sua ocorrência no lago. 



O RIAS informa que está a decorrer o período de eclosão de ovos de cágado-mediterrânico e cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis).

Deste modo apelamos a todos que, caso encontrem alguma cria destas duas espécies autóctones de cágados, as coloquem numa lagoa, lago ou ribeira segura.

Contudo poderá também ocorrer a eclosão de espécies exóticas como a tartaruga-de-orelhas-vermelhas (Trachemys scripta elegans), sendo a sua libertação na natureza proibida por lei e indo contra os esforços que o RIAS e o projecto LIFE+Trachemys estão a desenvolver.

Assim, deixamos de seguida algumas fotografias de crias de cada espécie, de modo a auxiliar na sua identificação.

Se encontrar algum indivíduo desta espécie, e caso tenha alguma dúvida na sua identificação ou não exista em redor habitat onde possam ser libertados, o RIAS apela a que os entreguem num centro de recuperação de animais selvagens mais próximo.

Crias de cágado-de-carapaça-estriada





Crias de cágado-mediterrânico





Crias de tartaruga-de-orelhas-vermelhas





 

Sem comentários: