O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Apresentação RIAS na Escola EB23 D. Manuel I

A convite da Escola EB23 D. Manuel I de Tavira e da Câmara Municipal de Tavira, o RIAS realizou uma pequena apresentação que teve como principal objectivo, dar a conhecer aos alunos o trabalho e importância do Centro de Recuperação de Animais Selvagens.
Estiveram presentes nesta actividade cerca de 70 pessoas.

 




O RIAS gostaria de agradecer às entidades organizadoras o convite.

Saída de Campo: Observação de Aves por Terras Algarvias

No passado dia 29 (Domingo), o RIAS realizou uma saída de campo na Lagoa dos Salgados.


 Esta actividade contou com 9 participantes e foram observadas as seguintes espécies:

Frisada (Anas strepera)
Pato-real (Anas platyrhynchos)
Zarro-comum (Aythya ferina)
Garçote (Ixobrychus minutus)
Garça-boieira (Bubulcus ibis)
Garça-branca-pequena (Egretta garzetta)
Garça-vermelha (Ardea purpurea)
Garça-real (Ardea cinerea)
Colhereiro (Platalea leucorodia)
Tartaranhão-ruivo-dos-pauis (Circus aeruginosus)
Galinha-d’água (Gallinula chloropus)
Galeirão (Fulica atra)
Caimão (Porphyrio porphyrio)
Alfaiate (Recurvirostra avosetta)
Pernilongo (Himantopus himantopus)
Borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus)
Gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis)
Garajau-comum (Sterna sandvicensis)
Poupa (Upupa epops)
Abelharuco (Merops apiaster)
Cotovia-de-poupa (Galerida cristata)
Calhandrinha-comum (Calandrella brachydactyla)
Andorinha-dos-beirais (Delichon urbicum)
Andorinha-das-chaminés (Hirundo rustica)
Fuinha-dos-juncos (Cisticola juncidis)
Melro (Turdus merula)
Pardal (Passer domesticus)
Pintassilgo (Carduelis carduelis)
Pato-trombeteiro (Anas clypeata)
Mergulhão-pequeno (Tachybaptus ruficollis)
Ganso-patola (Morus bassanus)
Andorinhão-preto (Apus apus)
Andorinhão-real (Tachymarptis melba)
Chilreta (Sterna albifrons)
Peneireiro-comum (Falco tinnunculus)
Mocho-galego (Athene noctua)
Rouxinol-bravo (Cettia cetti)

Rouxinol-bravo (Cettia cetti)
 Garça-vermelha (Ardea purpurea)

Fuinha-dos-juncos (Cisticola juncidis)
Calhandrinha-comum (Calandrella brachydactyla)
Garçote (Ixobrychus minutus)
Galinha-d’água (Gallinula chloropus)
Frisada (Anas strepera)
Colhereiro (Platalea leucorodia)

(fotografias de: Bruno Martins)

sábado, 28 de maio de 2011

Novidades Projecto LIFE+ Trachemys

Construção das primeiras instalações para Cágados-de-carapaça-estriada no RIAS!

A construção destas instalações foi iniciada em meados de Março de 2011, tendo sido realizada com o apoio de vários voluntários e colaboradores do RIAS, estando neste momento completamente finalizadas e prontas para receber fêmeas grávidas de cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis). A reprodução em cativeiro de Emys orbicularis é uma das acções previstas no projecto LIFE+ Trachemys.






Chegada das Primeiras fêmeas grávidas de Cágado-de-carapaça-estriada ao RIAS!

No dia 13 de Maio chegou ao RIAS a primeira fêmea grávida de cágado-de-carapaça-estriada.  

Actualmente encontram-se no centro 4 fêmeas desta espécie que se estão a adaptar bem ao seu novo habitat provisório, e assim que façam a postura dos seus ovos serão devolvidas de imediato ao seu habitat natural.



video

Libertação: 27 de Maio de 2011

Devolução à natureza de um Cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis) e de dois Cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa).
Lagoa do Garrão, Almancil


Na tarde do dia 27 de Maio de 2011 foram devolvidos à Natureza um cágado-de-carapaça-estriada e dois cágados-mediterrânicos na Lagoa do Garrão em Almancil. A causa de ingresso do primeiro cágado foi afogamento devido a um temporal que ocorreu na semana passada. O seu processo de recuperação envolveu tratamentos veterinários para prevenção de pneumonia e alimentação adequada.

 

video

Relativamente aos cágados-mediterrânicos, foram ambos entregues no centro por particulares, que os encontraram fora do seu habitat natural. Estavam bastante desidratados no momento de ingresso, tendo o seu processo de recuperação consistido em hidratação e alimentação adequada.

video


quinta-feira, 26 de maio de 2011

Exposição Ilustração Científica


Já se encontra disponível no Centro de Interpretação Ambiental do RIAS uma exposição de Ilustração Científica, com trabalhos da autoria de José Godinho.

Durante os meses de Junho a Agosto, temos em exibição 10 fantásticos registos originais que retratam 10 espécies da avifauna portuguesa.

Não perca esta oportunidade e aproveite para conhecer melhor o trabalho do RIAS.

Autor na primeira pessoa:
Nome: José Carlos Silva Grade Charraz Godinho

 
Profissão: Técnico de Ambiente
Não me dedico propriamente ao estudo da natureza, mas sim a observa-la.
Neste momento, alem de acompanhar várias actividades ligadas à biodiversidade, estou também a fazer uma recolha de imagens fotográficas sobre a fauna do Alentejo.

Projectos nas quais colaborei:
Avaliação da Biodiversidade e dos potenciais impactes na região de Neves-Corvo.
Entidade: Fundação da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Coordenação científica: Prof. D.ª Cristina Branquinho

Monitorização da Qualidade Biológica de água da ribeira de Oeiras.

Macroinvertebrados a aquáticos, vegetação aquática, testes in situ com macrófitas aquáticas, peixes, bivalves, bioacumulação de metais pesados em tecidos orgânicos.
IMAR e Dep. Ciências da vida da Universidade de Coimbra (Coordenação)
Dep. de Ciências da Terra da Universidade de Coimbra
Instituto de Oceanografia e Universidade de Évora
Coordenação científica: Prof. D.º Manuel Graça

 
Estudo de impacto Ambiental da Mina Neves-Corvo
Entidade: Procal

Estudo de impacto Ambiental do Projecto de Alteamento da Barragem do Cerro do Lobo
Barragem do Cerro do Lobo (4º piso) - 2003
Entidade: Hidroprojecto

Avaliação da Qualidade do Ar na zona da Mina de Neves Corvo através da utilização da biodiversidade de liquenes- 1995 a 2005
Entidade: Fundação da Universidade de Lisboa/Jardim Botânico
Coordenação Cientifica: D.ª Cristina Branquin





terça-feira, 24 de maio de 2011

Saída de Campo: Observação de Aves por Terras Algarvias



PARTICIPAÇÃO GRATUITA


Ponto de Encontro: Às 16h na entrada do Parque de Campismo "Camping Canelas" de Armação de Pêra.

Percurso: Serão realizados vários percursos de carro e a pé, com paragem em pontos de observação e escuta de aves.

Material recomendado:

- Binóculos
- Telescópio
- Guia de Aves
- Roupa e calçado confortável
- Protector solar
- Chapéu
- Água

A visita será organizada e guiada por técnicos e colaboradores da ALDEIA-RIAS.


Inscrição: Por motivos logísticos agradecemos que confirme a sua presença para o seguinte email: rias.aldeia@gmail.com

Contactos:
Correio electrónico: rias.aldeia@gmail.com
Telefone: 927659313

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Libertação: 22 de Maio de 2011

Devolução à natureza de 2 Gaivotas-de-asa-escura (Larus fuscus) e 2 Cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim, Olhão
 
 
As gaivotas-de-asa escura ingressaram no RIAS durante o mês de Abril de 2011 tendo sido encaminhados para o centro por um particular e pela equipa SEPNA-GNR de Portimão. O processo de recuperação destas gaivotas envolveu fluidoterapia, alimentação adequada e treinos de voo.

Um dos cágados-mediterrânicos foi recolhido numa praia por um particular que o encaminhou para o RIAS e o outro foi recolhido também por um particular perto da Quinta de Marim, numa estrada. Por se encontrarem bastante desidratados, o seu tratamento consistiu basicamente em hidratação e alimentação adequada.
 
 
 
Foram devolvidos à natureza pelos particulares que os encontraram baptizando-os de Ana e Jack (Gaivotas) e Xao Min (Cágados).
 
video

video


Esta acção esteve inserida no Dia Internacional da Biodiversidade.

domingo, 22 de maio de 2011

Poesias do RIAS - Garça-branca-pequena

Garça-branca-pequena

Seu encanto não pode ser contido em dimensão
E sua graciosidade é conhecida pela Europa.
Muito cuidadosa acaba por ser a sua locomoção
Com uma plumagem que no acasalamento opa.

Faz de seu modesto habitat as zonas alagadas
Onde aterroriza os anfíbios com suas bicadas.
No passado foram perseguidas sem meias medidas
Porém hoje tentamos que sejam sempre protegidas.

Autor: Mauro Hilário
  
Fotografia de Thijs Valkenburg

sexta-feira, 20 de maio de 2011

RIAS participa no Encontro de Solidariedade

No dia 17 de Maio de 2011, o RIAS esteve presente no Encontro de Solidariedade, uma actividade promovida pela Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve.




Este evento integrou-se na comemoração do Ano Europeu do Voluntariado e teve como principal objectivo a divulgação das várias fundações ligadas à prática da solidariedade.

Nesta perspectiva, o RIAS realizou uma pequena apresentação sobre o trabalho desenvolvido no centro, valorizando a importância da contribuição de todos os voluntários nos resultados obtidos desde o início do seu funcionamento.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Visita do PAN ao RIAS

No passado dia 14 de Maio o RIAS recebeu nas suas instalações a comitiva do Partido pelos Animais e pela Natureza. A visita guiada ao Centro de Interpretação Ambiental do RIAS teve como objectivo dar a conhecer o trabalho do centro e a sua importância para a conservação da fauna selvagem portuguesa.


 




No final da visita foi libertada uma Gaivota-de-patas-amarelas (Larus michahellis) recuperada no nosso centro, tendo sido baptizada de PAN.





video

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Gaivota libertada pelo RIAS vista na Holanda!

No dia 8 de Dezembro de 2010 a equipa SEPNA de Albufeira entregou uma Gaivota-d´asa-escura no nosso centro de recuperação. A ave encontrava-se bastante debilitada.

O processo de reabilitação consistiu em fluidoterapia, alimentação adequada e treinos de voo.

Depois do processo de recuperação esta gaivota foi libertada no dia 30 de Dezembro de 2010, na Quinta de Marim em Olhão. Antes da sua libertação, o animal foi marcado com uma anilha metálica e com uma anilha PVC de cor preta com a inscrição F006.


Após 106 dias sem ser observada, esta gaivota foi vista no dia 14 de Abril de 2011 em Texel, uma ilha na costa norte Holandesa. Uma vez que a informação deste projecto se encontra na internet e no nosso blog o observador enviou-nos um email com a informação relativa a esta observação.
 
Esta gaivota percorreu pelo menos 2030 Km em linha recta, mas a distância que esta realmente percorreu certamente ultrapassa este valor.




terça-feira, 17 de maio de 2011

RIAS na Festa da Natureza 2011

No passado dia 16 de Maio, o RIAS teve o prazer de participar na 2ª Edição da Festa da Natureza 2011, uma actividade organizada pela Associação Almargem.


Este evento tem como objectivo envolver o máximo de entidades sedeadas no Algarve, com a capacidade de intervir no meio ambiente, para que cada uma realize uma ou mais iniciativas de forma autónoma. As actividades deverão realçar os valores naturais de cada concelho, permitindo sensibilizar os participantes para a protecção e conservação desses mesmos valores.

Assim sendo, os presentes foram convidados a visitar o Centro de Interpretação Ambiental do RIAS, onde tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho e a importância de um centro de recuperação na conservção da nossa fauna silvestre.

 

 
No final da visita, os participantes devolveram à natureza duas Gaivotas-de-asa-escura (Larus fuscus).

As aves foram baptizadas de Joaquim-Xico e Charlie-Lola.



Estiveram presentes nesta actividade 25 pessoas, incluíndo alunos da escola EB23 D. Paio Peres Correia de Tavira.

video

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Libertação: 16 de Maio de 2011

Devolução à natureza de 1 Garça-branca-pequena (Egretta garzetta)
Quinta de Marim, Olhão

Esta ave foi encontrada em Olhão por um particular, que a recolheu e a entregou directamente no RIAS.

No exame clínico não foram detectadas lesões, pelo que a causa de ingresso mais provável terá sido desorientação ou ligeira debilidade. Foi ainda determinado de que este animal se tratava de um macho adulto reprodutor.

Após 2 dias de alimentação cuidada, repouso e numa fase final pequenos treinos de voo, foi devolvida à natureza pelo mesmo particular que a recolheu, baptizando-a de Cristas.


video

Construção de jaula para passeriformes

Durante esta semana, o RIAS procedeu à construção de uma pequena jaula para passeriformes.

Esta estrutura tem como principais objectivos proporcionar o espaço adequado a pequenos treinos de voo, distanciar o contacto com as pessoas, reduzindo desta forma o stress associado ao cativeiro deste tipo de aves.




Gostaríamos de agradecer a ajuda dos vários estagiários e voluntários na construção desta estrutura que certamente contribuirá para um maior sucesso na recuperação destes animais.

RIAS na Escola Secundária de Loulé

Na passada sexta-feira, dia 13 de Maio o RIAS esteve presente na Escola Secundária de Loulé.



Esta palestra, decorreu no âmbito de um trabalho da área de projecto de 5 alunas do 12º ano, com o tema "Ria Formosa: a beleza natural do nosso Algarve" e teve como objectivo sensibilizar a comunidade escolar para a importância da preservação e conservação da Ria Formosa.


Agradecemos o convite ao grupo de trabalho Ria Formosa Club e desejamos sorte para o vosso trabalho!

sábado, 14 de maio de 2011

Libertação: 13 de Maio de 2011

Devolução à natureza de um Cágado-comum (Mauremys leprosa)
Lagoa de São Lourenço, Loulé

O RIAS, no passado dia 13 de Maio (Sexta feira), devolveu à natureza um Cágado-comum que se encontrava em recuperação a cerca de dois dias.

Este animal foi encontrado por um particular que o recolheu e o entregou no nosso centro, por este se encontrar a atravessar uma estrada bastante movimentada.
No exame clínico não foram observadas anormalidades optando-se assim por dar algum alimento e repouso até ao momento da sua devolução.

Foi baptizado de Francisca.

video

terça-feira, 10 de maio de 2011

Libertação: 10 de Maio de 2011

Devolução à Natureza de 3 Cágados-mediterrânicos (Mauremys leprosa)
Quinta de Marim, Olhão



O RIAS devolveu à Natureza 3 Cágados-mediterrânicos que se encontravam em recuperação no nosso centro.

Um dos cágados foi encontrado por um particular na rebentação das ondas na praia de Armação de Pêra. Uma vez que se trata de uma espécie que habita zonas de água doce, foi recolhido e reencaminhado para o RIAS para um breve exame clínico antes da sua libertação num local apropriado. Por apresentar um grau de desidratação bastante elevado, devido à água do mar, foi necessário rehidratá-lo.

O segundo cágado foi também encontrado por um particular em Faro que o recolheu e o entregou no centro. Este animal encontrava-se em mau estado e apresentava lesões na carapaça compatíveis com atropelamento. O processo de recuperação consistiu na redução das fracturas da carapaça e desinfecção das lesões.

O terceiro cágado, uma fêmea grávida, foi encontrado por um particular que o recolheu e entregou no RIAS por este se encontrar a atravessar um caminho de terra batida. Este tipo de animais geralmente procura locais secos para realizar a postura nesta altura do ano, sendo por isso frequentemente encontrados distantes do seu habitat natural.








video

Libertação: 10 de Maio de 2011

Devolução à natureza de 3 Gaivotas-de-asa-escura (Larus fuscus) e 2 Gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 1 Gaivota-argêntea (Larus argentatus)
Lagoa dos Salgados, Silves


Na passada terça feira o RIAS devolveu à natureza 6 gaivotas até então em recuperação no centro.




Estes animais ingressaram no RIAS durante o mês de Abril de 2011 tendo sido encaminhados para o centro pelas equipas SEPNA-GNR de Portimão e Albufeira.

Após o exame clínico, concluiu-se que estes animais se apresentavam bastante debilitados, sendo a causa de ingresso mais provável desnutrição.

O processo de recuperação destas gaivotas envolveu, numa primeira fase fluidoterapia, repouso e alimentação adequada. Posteriormente foram realizados treinos de voo.


Estiveram presentes os alunos da Escola Major David Neto de Portimão, e a equipa SEPNA de Albufeira.

 
Esta acção foi organizada em parceria com a Câmara Municipal de Portimão.

video