O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Libertações: 19 de Dezembro de 2011

Devolução à natureza de 3 gaivotas-de-patas-amarelas (Larus michahellis) e 2 gaivotas-de-asa-escura (Larus fuscus)
Quinta de Marim, Olhão


Destas cinco gaivotas que deram entrada no RIAS, quatro tinham sinais clínicos que coincidiam com intoxicação e uma apresentava um trauma na asa direita. Todas as gaivotas deram entrada em Novembro provenientes de Faro, Alvor, Portimão e Lagos.

Visto que as quatro gaivotas apresentavam os mesmos sinais clínicos, os seus planos de recuperação consistiram em fluidoterapia subcutânea e oral até apresentarem força suficiente para se manterem de pé e posteriormente alimentação regular adequada à espécie.

O trauma na asa foi recuperado através da limpeza e desinfecção da ferida e finalizado com fisioterapia.

Após receber o sinal positivo da equipa veterinária, os técnicos do centro procederam à libertação das cinco gaivotas na Quinta de Marim. Devido aos sinais clínicos apresentados (intoxicação), decidiu-se não libertar estas aves no local onde foram recolhidas, de forma a evitar a reincidência do problema, que poderia estar relacionado com a ingestão de alimentos contaminados.


Sem comentários: